Sul-Americana: Confiante, técnico da Chapecoense diz: 'Nosso time está bem preparado'

Caio Júnior destaca que o time está consciente da qualidade do San Lorenzo e, da catimba que o time argentino deve fazer

por Agência Estado

Chapecó, SC, 23 - Realizando a melhor campanha de sua história no Campeonato Brasileiro, a Chapecoense tem surpreendido ainda mais na Copa Sul-Americana, onde pode confirmar uma vaga na grande decisão nesta quarta-feira na partida diante do San Lorenzo, da Argentina, marcada para as 21h45, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

A definição ainda está aberta. No jogo de ida, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, capital argentina, a Chapecoense buscou o empate por 1 a 1 com gol de Ananias, o que faz com que a equipe catarinense comece a partida classificada. Isso porque avança à decisão com um resultado igual, desde que não saia gols. Placar como 2 a 2, 3 a 3 e assim por diante, coloca o clube argentino na final. Outro empate por 1 a 1 leva a definição para os pênaltis.

"Nosso time está bem preparado. Mas sabemos das dificuldades que vamos ter, principalmente com a catimba adversária, que é uma característica deles", avaliou o técnico Caio Júnior.

Caio Júnior espera conduzir a Chapecoense à final da Sul-Americana (Foto: Divulgação / Chapecoense)
Caio Júnior espera conduzir a Chapecoense à final da Sul-Americana (Foto: Divulgação / Chapecoense)
TRAJETÓRIA
A campanha da Chapecoense é recheada de emoções. Logo na estreia, estava sendo eliminada pelo Cuiabá, quando Bruno Rangel fez o gol da classificação - com triunfo por 3 a 1 -, aos 37 minutos da etapa complementar. O time do Mato Grosso havia vencido, em casa, por 1 a 0. Nas oitavas de final, passou pelo Independiente, da Argentina, nos pênaltis, após dois empates por 0 a 0, enquanto que nas quartas eliminou o Junior Barranquilla, da Colômbia - derrota por 1 a 0, fora, e vitória por 3 a 0, em casa.

O San Lorenzo também encontrou algumas dificuldades em sua caminhada. Na segunda fase, estreou perdendo por 2 a 0 para o Banfield, mas virou, em casa, por 4 a 1 e carimbou a vaga. Na sequência, passou com certa tranquilidade por La Guaira, da Venezuela, com vitórias por 2 a 1 e 2 a 0. Por fim, passou pelo Palestino, do Chile - 2 a 0 e 0 a 1.

OUTRO FINALISTA
O vencedor deste confronto enfrentará o classificado de Cerro Porteño e Atlético Nacional, que sairá nesta quinta-feira, às 22h45 (de Brasília), no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia. No jogo de ida, no Paraguai, ficaram no empate por 1 a 1.