Chapecoense é punida pelo SJTD por xingamentos de torcedores ao árbitro

O Verdão terá que fazer seus próximos dois jogos com os portões fechados no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 21 (AFI) - A Chapecoense foi julgada na tarde desta quarta-feira e punida - terá que jogar dois jogos com portões fechados - por conta de incidentes na partida diante do Palmeiras. O árbitro Wilton Pereira Sampaio colocou na súmula xingamentos de torcedores e do próprio técnico Caio Júnior, após a marcação de um pênalti polêmico.

E não para por aí. Além de ter que jogar com portões fechados diante de Vitória e Sport, a Chapecoense terá que pagar também uma multa de R$ 20 mil. Caio Junior, por sua vez, pegou quatro jogos de suspensão, mas a decisão cabe recurso.

Na decisão, o relator do processo, o auditor Jurandir Ramos, mencionou somente a palavra "torcedores", sem considerá-los funcionários. "Com relação à postura da torcida, aplico a multa de R$ 20 mil e perda de mando de duas partidas com portões fechados", afirmou Ramos.

Curiosamente, o Verdão, diferente dos anos anteriores, não vem jogando bem dentro da Arena Condá. A Chapecoense tem apenas a 15ª melhor campanha como time mandante, com 21 pontos, em 13 disputados. Foram cinco vitórias, quatro empates, e quatro derrotas.

Arena Condá não receberá público nos dois próximos jogos da Chape
Arena Condá não receberá público nos dois próximos jogos da Chape

"Aos 36 minutos do 2º tempo expulsei o Sr. Luiz Carlos Saroli, treinador da equipe Chapecoense, por invadir o campo de jogo após a marcação de um tiro penal contra sua equipe, ainda protestando com palavras e gestos a decisão da arbitragem, proferindo as seguintes palavras: 'Tais maluco, não foi nada, é tudo contra nós, isso é um roubo'. Informo que após a expulsão o mesmo ofereceu resistência para sair das imediações do campo de jogo, voltando para área técnica. Ao sair, deixando a área técnica, o mesmo atravessou todo o campo de jogo, retardando o reinicio da partida em 3 minutos", colocou o árbitro na súmula, que completou.

"Informo ainda, que no final da partida ao entrar na área mista, no momento em que a equipe de arbitragem se dirigia ao seu vestiário, diversas pessoas com agasalhos com a logo da Associação Chapecoense de Futebol, se encontravam neste local proferindo as seguintes palavras por diversas vezes : 'vagabundo, corrupto, hoje tu não sai vivo daqui, filha da puta, safado, nos vamos te quebrar de pau'. Os mesmos tiveram que ser contidos por seguranças e pelo policiamento que se encontravam no local. Somente após a intervenção do policiamento e seguranças a equipe de arbitragem conseguiu se dirigir ao vestiário.

A Chapecoense ainda não comentou sobre a punição, pois está focada no confronto diante do Independiente, da Argentina, pela Copa Sul-Americana.