Série B: Atacante do Ceará promete complicar para o Vasco: "por mim não sobe"

Fora de casa, o Ceará não tem mais pretensões na competição, já que escapou da briga contra o rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 23 (AFI) – Se depender do atacante Bill o Vasco não retorna para a elite do futebol brasileiro no próximo sábado. De volta ao Maracanã, o time carioca recebe o Ceará às 17h30, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Se perder ou empatar, o cruzmaltino terá que torcer contra o Náutico, que enfrenta o Oeste em Pernambuco e vem logo atrás na classificação.

Fora de casa, o Ceará não tem mais pretensões na competição, já que escapou da briga contra o rebaixamento, mas também deixou passar a vaga no G4. Ainda assim, Bill confessa que o elenco não fará corpo mole no Rio de Janeiro e promete fechar a temporada em grande estilo. “Por mim, não sobe”, disse o atacante em entrevista ao Globo Esporte.

A motivação dele pode ser dupla. Já que, além de dar uma última alegria ao torcedor do Vovozão, o jogador também pode encerrar a temporada como artilheiro da Série B. Atualmente a frente na briga com 15 gols, ele estará frente a frente com o vice-líder Nenê, do Vasco, que tem 13. Igualado com o meia do clube carioca está Felipe Garcia, do Brasil de Pelotas.

De acordo com Bill, o confronto com o Vasco é um jogo que o Brasil inteiro vai assistir e não só os torcedores dos dois clubes. Por isso os jogadores têm que sempre defender as cores do Ceará. Se vencer, o time nordestino encerra a Série B na primeira parte da tabela e ainda complica o Vasco, que tem 62 pontos. O Náutico, logo atrás, tem 60 e promete brigar até o fim.