ABC 4 x 0 Guarani - Tem um Elefante no salão de festas do Bugre!

Com um show do experiente meia Lúcio Flávio e do artilheiro Jones Carioca, o Mais Querido complicou o sonho bugrino de brigar pela taça

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 04 (AFI) - O sonho de voltar a levantar uma taça ficou bastante complicado para o Guarani. Em um duelo histórico na noite deste domingo, no Frasqueirão, o time sofreu uma goleada por 4 a 0 para o ABC, na rodada de ida das quartas de final da Série C do Brasileiro, e agora precisará se superar se quiser ir para a final.

Impotente, o Bugre viu o Mais Querido ser comandado magistralmente pelo experiente meia Lúcio Flávio. Com qualidade na bola parada e muita visão de jogo, ele foi o nome da vitória abecedista ao lado do artilheiro Jones Carioca.

Após a vitória expressiva do time potiguar, em Natal, as duas equipes voltam a se enfrentar às 21 horas (horário de Brasília) do próximo domingo, 23 de outubro, no Brinco de Ouro. Para se classificar, o Guarani precisa vencer por cinco gols de diferença, ou ao menos devolver o 4 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. Se sofrer gols em casa, terá que buscar uma diferença ainda maior.

CADE VOCÊ, BUGRE?
A partida começou com as duas equipes alternando a posse de bola, mas o ABC tomou a iniciativa e foi muito mais incisivo que o Guarani desde o início. Aos 10 minutos, Caio Mancha chegou a balançar a rede, mas o árbitro já havia marcado impedimento.Dois minutos depois, ele teve outra boa chance após falha de Zé Antônio, mas mandou por cima do gol.

Jones Carioca homenageou o atleta Usain Bolt na comemoração. (Foto: Frankie Marcone / ABC FC)
Jones Carioca homenageou o atleta Usain Bolt na comemoração. (Foto: Frankie Marcone / ABC FC)

Caio Mancha estava atiçado e era o jogador que mais oferecia perigo a defesa bugrina. Aos 21 minutos, ganhou disputa de cabeça pelo alto e parou em uma grande defesa do goleiro Leandro Santos. Aos 24, Mancha subiu mais uma vez e acertou a defesa. Na sobra, Leandro brilhou de novo após chute de Erivélton.

Por fim, a insistência de Caio Mancha sobressaiu e abriu o caminho do gol. Aos 25, ele ganhou mais uma de cabeça no meio da área e encontrou Jones Carioca livre para cabecear para o fundo da rede. O Guarani bem que tentou, mas não conseguiu reagir à altura. Aos 34, teve uma chance com Marcinho, que pegou sobra bem posicionado e mandou para fora. Antes do intervalo, o ABC ampliou em cobrança de falta de Lúcio Flávio, aos 40 minutos.

SÓ DEU OS CARA!
No retorno para a segunda etapa, o Bugre esboçou uma reação e logo aos três minutos assustou o goleiro Edson em uma cobrança de lateral que acabou indo direto para o gol. O arqueiro espalmou no reflexo, mas se a bola entrasse não valeria nada, já que a não desviou em ninguém.

Após passar algum tempo no campo de defesa adversário, o Bugre voltou a ser acuado e logo se viu sob novo perigo. Aos 11 minutos, Lúcio Flávio tabelou bonito e chutou para mais uma boa defesa de Leandro Santos. Um minuto depois, o goleiro bugrino não conseguiu evitar o terceiro gol abecedista. Lúcio Flávio deu um belo lançamento para Jones Carioca, que ficou cara a cara com Leandro, bateu com frieza e saiu comemorando no melhor estilo Usain Bolt.

Mesmo com a grande vantagem no placar, o ABC continuou pressionando o Guarani e aos 26 minutos Lúcio Flávio fez o Frasqueirão explodir de alegria. Ele cobrou mais uma falta com perfeição, dessa vez por baixo da barreira, e marcou o quarto gol abecedista.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
1ª rodada
Data
16/10/2016
Horário
21h00
Local
Frasqueirão - Natal (RN)
Árbitro
Luiz César de Oliveira Magalhães - CE

Renda
R$ 120.113,00
Assistentes
Marcione Mardonio da Silva Ribeiro - CE e Armando Lopes de Sousa - CE

Público
7.335
Cartões Amarelos
ABC-RN: Jones Carioca
Guarani-SP: Eliandro

Gols
ABC-RN: Jones Carioca 25' 1T, Lúcio Flávio 40' 1T, Jones Carioca 12' 2T, Lúcio Flávio 26' 2T
ABC-RN
Edson;
Filipe Souza, Léo Fortunato, Cleiton e Alex Ruan;
Márcio Passos, Felipe Guedes, Erivélton e Lúcio Flávio (Zaquel);
Caio Mancha (Echeverría) e Jones Carioca (Michel Henrique).
Técnico: Geninho
Guarani-SP
Leandro Santos;
Lenon, Ferreira, Leandro Amaro e Gilton;
Auremir, Zé Antônio (Evandro), Pipico (Régis), Fumagalli (Alex Santana) e Marcinho;
Eliandro.
Técnico: Marcelo Chamusca