Série C: Mogi Mirim é punido pelo STJD e perde quatro pontos

Mesmo com a punição pela escalação irregular do zagueiro Henrique Motta, o Sapão não perdeu nenhuma posição na tabela

por Agência Futebol Interior

Mogi Mirim, SP, 19 (AFI) - Após o apito final da derrota por 2 a 1 para o Juventude, no último domingo, o Mogi Mirim terminou a Série C do Campeonato Brasileiro de forma melancólica. Nesta segunda-feira, o clube foi julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e perdeu quatro pontos.

A punição não influência na posição final do time na tabela. Antes com 22 pontos, passa a ter 18, mas continua na sétima posição, já que o time abaixo é o Macaé, em nono, com 16. Assim, ainda terminou a quatro pontos da rebaixada Portuguesa, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, na vice-lanterna, com 14.

O Sapão foi punido em decisão unânime dos auditores. O motivo foi a escalação irregular do zagueiro Henrique Motta no empate sem gol com o Macaé, em jogo válido pela 14ª rodada, no dia 20 de agosto.

O defensor teria que cumprir suspensão, mas foi escalado como titular e chegou até a amrcar um gol anulado pelo árbitro em um lance de impedimento. Além de perder os pontos, o clube poderia ser multado em até R$ 100 mil, mas o valor da multa foi de R$ 5 mil.

Mogi foi punido por escalação irregular em jogo contra o Macaé. (Foto: Tiago Ferreira / Macaé Esporte)
Mogi foi punido por escalação irregular em jogo contra o Macaé. (Foto: Tiago Ferreira / Macaé Esporte)
ENTENDA O CASO
Henrique Motta chegou à 11ª rodada da Série C, na partida contra a Portuguesa, pendurado com dois cartões amarelos, recebidos diante de Guarani e Juventude. No duelo, levou o terceiro amarelo e ainda acabou expulso, vermelho, de forma direta.

O parágrafo 2 do artigo 51 do Regulamento Geral da CBF, diz que "quando o cartão amarelo precedente à exibição direta do cartão vermelho for o terceiro da série, o atleta será sancionado com dois (2) impedimentos automáticos, sendo o primeiro pelo recebimento do cartão vermelho e o segundo pela sequência de três (3) cartões amarelos".

Com isso, o zagueiro teria que cumprir dois jogos de suspensão e assim foi feito. Ficou de fora contra Guaratinguetá e Tombense. Acontece que o jogador foi julgado pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o STJD, e acabou punido com dois jogos por conta do cartão vermelho recebido contra a Portuguesa, consequentemente, teria que cumprir na rodada seguinte, diante do Macaé.