Bragantino 0 x 1 Londrina - Desfecho melancólico combina campanha pífia!

Rebaixado antecipadamente, Massa Bruta termina no penúltimo lugar; Tubarão vai bem no ano do retorno

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 26 (AFI) - O Bragantino despediu-se do Campeonato Brasileiro da Série B de forma melancólica. Em jogo de poucas emoções e baixíssimo nível técnico, o Londrina venceu o Braga, por 1 a 0, na tarde deste sábado, em pleno estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela última rodada da competição.

O Massa Bruta termina a Série B na penúltima colocação, com 33 pontos. À frente apenas do lanterna Sampaio Corrêa, que possui 27 pontos. Agora, o clube tenta se reestruturar para tentar os acessos no Paulista da Série A2 e no Brasileiro da Série C em 2017. Já os paranaenses conseguem uma boa campanha no retorno à Série B, com 60 pontos, na sexta colocação.

SHOW DE HORRORES!
Apesar de jogar fora de casa, o Londrina começou a partida com maior posse de bola. Isso, contudo, não significou chances reais de gol. Nos primeiros minutos, os dois goleiros foram praticamente espectadores. Isso persistiu mesmo quando o Bragantino melhorou, a partir dos dez minutos e passou a dominar.

A primeira chegada de perigo aconteceu apenas aos 24 minutos. E foi em um lance isolado para os donos da casa. O volante Edson Sitta arriscou um chute despretensioso, de fora da área pela direita, e o goleiro Alan esticou-se para espalmar no canto esquerdo. Na sequência, a zaga londrinense afastou.

Depois disso, entretanto, o jogo voltou a cair e só teve alguma emoção no final. Aos 44 minutos, o atacante Rafael Grampola aproveitou cruzamento na área e marcou de cabeça. O lance foi anulado por impedimento. No minuto seguinte, foi a vez do Tubarão assustar. O atacante Safira cortou o marcador e soltou uma bomba para boa defesa do goleiro Renan Rocha.

MELANCOLIA!
No primeiro tempo, a falta de foco e motivação aparentava ser o principal problema do Londrina. Na segunda etapa, porém, o cenário foi outro. Os visitantes voltaram com outra postura e quase marcaram aos três minutos. Após linda troca de passes, Safira ajeitou para o meia Júlio Pacato. Ele finalizou cruzado e a bola saiu raspando a trave.

O Tubarão continuou melhor nos minutos seguintes e teve outras oportunidades de marcar. Aos 16 minutos, o lateral-direito Igor Bosel recebeu com liberdade na área e concluiu para milagre de Renan Rocha, que salvou com o pé. Um minuto depois, a zaga do Braga vacilou ao deixar uma bola para Renan Rocha. O meia Rafael Gava chegou antes e cabeceou por cobertura. A bola bateu na rede, mas pelo lado de fora.

O restante da etapa continuou com os paranaenses mais efetivos. O Massa Bruta até chegou a assustar aos 25 minutos, em cobrança de falta do lateral Fabiano, defendido pelo goleiro Alan. O LEC, contudo, chegou ao gol aos 36 minutos depois de tanto insistir. O lateral Léo Pelé cruzou da esquerda e o meia Marcelinho, que havia acabado de entrar, mandou no contrapé de Renan Rocha.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
38ª rodada
Data
26/11/2016
Horário
17h30
Local
Nabi Abi Chedid - Bragança Paulista (SP)
Árbitro
Marcos Mateus Pereira - MS

Renda
R$ 3.740,00
Assistentes
Eduardo Goncalves da Cruz - MS e Daiane Caroline Muniz dos Santos - MS

Público
270 torcedores
Cartões Amarelos
Bragantino-SP: Watson, Kellyton, Adenilson
Londrina-PR: Donato, Bidía, Germano, Jatobá

Gols
Londrina-PR: Marcelinho 36' 2T
Bragantino-SP
Renan Rocha;
Kellyton, Lucas Rocha (Juliano), Marcel e Fabiano;
Adenilson, Anderson, Edson Sitta e Vitor (Jonathan);
Grampola e Watson (Dodô).
Técnico: Estevam Soares
Londrina-PR
Alan;
Igor Bosel, Matheus, Donato e Léo Pelé;
Germano, Bidía (Jatobá), Igor Miranda (Marcus Vinícius), Rafael Gava e Júlio Pacato (Marcelinho);
Safira.
Técnico: Cláudio Tencati