Atlético-GO 2 x 1 Paysandu - Quem segura o Dragão na Série B?

O time goiano emplacou a quarta vitória seguida e não pode ser ultrapassado pelo Vasco

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 14 (AFI) - O Atlético-GO

deu mais um importante passo rumo à elite do Campeonato Brasileiro na noite desta sexta-feira. Com dois gols do lateral-direito Matheus Ribeiro, o time goiano venceu o Paysandu, por 2 a 1, no Estádio Olímpico, em partida válida pela 31ª rodada da Série B e não pode ser ultrapassado pelo Vasco da Gama neste final de semana.

Essa foi a quarta vitória seguida do Atlético, que chegou aos 58 pontos e abriu quatro de vantagem para o Vasco. O time carioca entra em campo neste sábado, contra o CRB, no Rio de Janeiro. Por outro lado, o Paysandu voltou a perder depois de dois jogos e segue ameaçado de rebaixamento, na 14ª colocação, com 39 pontos.

PAPÃO BEM MELHOR
Como era de se esperar, o Atlético, empurrado pela torcida, tomou a iniciativa da partida, enquanto o Paysandu "estacionou um ônibus" na frente da área e procurava explorar a velocidade de Tiago Luis e Jobinho para surpreender no contra ataque. A primeira grande oportunidade foi criada pelo Papão. Aos sete, Tiago Luis cobrou escanteio fechado e só não marcou olímpico porque Kléver deu um toque antes da bola bater na trave.

Jogadores do Atlético-GO comemoram segundo gol com os torcedores
Jogadores do Atlético-GO comemoram segundo gol com os torcedores

Aos 24, Tiago Luis foi lançado e tentou o drible em Kléver, mas a bola acertou a mão do goleiro fora da área. Apesar dos jogadores bicolores pedirem o vermelho, o árbitro pernambucano Marcelo de Lima Henrique mostrou apenas o amarelo.

Na cobrança, o camisa 10 soltou a bomba e o camisa 1 rubronegro espalmou para escanteio. Ciente do momento complicado que o Dragão passava na partida, a torcida procurou empurrar o time.

Na primeira chance do Atlético, Pedro Bambu cruzou e Luiz Fernando cabeceou na entrada da área em cima de Emerson. Apesar do Paysandu estar melhor na partida, quem abriu o placar foi o Atlético, aos 40.

Matheus Ribeiro invadiu a área e quase sem ângulo soltou a bomba. Emerson não esperava e ainda chegou a tocar na bola, mas não o bastante para evitar o gol.

A alegria rubronegro durou três minutos. De longa distância, Tiago Luis mandou no ângulo de Kléver. Nos acréscimos, Jhonnatan chutou e a bola explodiu no travessão. Quase que o Paysandu vira no Olímpico.

LATERAL, O SALVADOR
Logo aos três minutos, Júnior Viçosa recebeu na entrada da área e soltou a bomba, mas Emerson estava atendo e defendeu. Aos seis, o Atlético voltou a ficar na frente e de novo com Matheus Ribeiro. O camisa 2 recebeu livre, dominou e soltou a bomba, no ângulo do goleiro bicolor, que nada pôde fazer. E quase que o time goiano amplia na sequência.

Jorginho escapou em velocidade e foi travado na hora da finalização. A bola sobrou para Júnior Viçosa, que driblou Emerson e bateu rasteiro. Quase em cima da linha, Gualberto impediu o terceiro gol rubronegro.

O empate do Paysandu quase veio aos 19 minutos. Tiago Luis cobrou falta e Kléver ia soltando a bola, mas conseguiu se recuperar.

A partida diminuiu um pouco de ritmo. O Atlético controlava a posse de bola e era pouco ameaçado pelo Paysandu. No contra ataque, o time goiano desperdiçou uma grande chance de matar o jogo aos 43. Júnior Viçosa recebeu de Magno Cruz e bateu em cima de Emerson.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo só no dia 22 (sábado) pela 32ª rodada. O Atlético-GO enfrenta o Criciúma, às 19h30, no Heriberto Hülse, em Criciúma, enquanto o Paysandu recebe o Goiás, às 17 horas, no Mangueirão, em Belém.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
14/10/2016
Horário
20h30
Local
Olímpico - Goiânia (GO)
Árbitro
Marcelo de Lima Henrique - PE

Renda
R$ 105.050,00
Assistentes
Marcelino Castro de Nazare - PE e Gilberto Freire de Farias - PE

Público
9.831 pagantes
Cartões Amarelos
Atlético-GO: Kléver, Marllon
Paysandu-PA: Rodrigo Andrade, Gualberto

Gols
Atlético-GO: Matheus Ribeiro 40' 1T, Matheus Ribeiro 6' 2T
Paysandu-PA: Tiago Luis 43' 1T
Atlético-GO
Klever;
Matheus Ribeiro, Marllon, Ricardo Silva e Romario;
Michel, Pedro Bambu, Luiz Fernando (Silva), Caique (Magno Cruz) e Jorginho;
Junior Viçosa.
Técnico: Marcelo Cabo
Paysandu-PA
Emerson;
Fernando Lombardi, Gilvan (Mailson) e Gualberto;
Edson Ratinho, Jhonnatan, Rodrigo Andrade (Augusto Recife), Tiago Luís e João Lucas;
Jobinho (Bruno Veiga) e Leandro Cearense.
Técnico: Dado Cavalcanti