Oeste 0 x 0 Tupi - Empate sem gols deixa os dois times ameaçados na Série B

O time paulista é o 16.º colocado, com 31 pontos, seis na frente do time mineiro, com 25, em 18.º lugar

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 17 (AFI) – Na briga direta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B, Oeste e Tupi ficaram no empate sem gols, nesta noite, no estádio José Liberatti, no fechamento da 26.ª rodada. O resultado foi ruim para ambos que permanecem nas mesmas posições. O time paulista é o 16.º colocado, com 31 pontos, seis na frente do time mineiro, com 25, em 18.º.

OPÇÕES DIFERENTES
O Oeste entrou em campo em má fase, sem vencer há quatro rodadas - com três derrotas e um empate. De outro lado, o Tupi não ganhava há dois jogos e, apesar de uma leve melhora na pontuação, ainda não conseguiu sair da zona de queda. O time paulista iniciou o jogo armado no esquema 4-3-3, portanto, em busca do gol. Sem opções, o time mineiro ficou todo atrás no 4-5-1.

Apenas o atacante Vinícius Kiss ficaria isolado no ataque do Tupi. Isso porque ele fez um teste antes do jogo para ver se não sentia uma entorse no tornozelo. Mas seu papel foi restrito somente aos sete minutos, quando machucado foi trocado por Pedrinho. Mais um problema para o técnico Estevam Soares.

ATAQUE CONTRA DEFESA
Em campo aconteceu o que se esperava pelas estratégias dos times. O Oeste só atacou, enquanto o Tupi só se defendeu, inclusive sem condições de ligar algum contra-golpe. Apesar de toda pressão, o Oeste só ameaçou num chute de longe de Léo Artur, aos 39 minutos, defendido por Rafael Santos. Nada mais. Foi pouco.

O Oeste demorou para voltar a campo antes do início do segundo tempo. Certeza de uma grande bronca do técnico Fernando Diniz em cima de seus jogadores. Mas quem teve a primeira chance real de gol foi o Tupi, numa enfiada de Hiroshi para Jonathan que correu até a grande área e bateu cruzado, porém, para fora. Isso aos cinco minutos.

MAIS CHANCES
Na descida, o Oeste também criou boa oportunidade quando Ricardo Bueno invadiu a grande área, mas demorou para chutar e foi bloqueado pela defesa.

Estes dois lances abriram a perspectiva de que o jogo iria melhorar. Só que não aconteceu. O Oeste ficou tocando bola sem finalizar, enquanto o Tupi só se defendeu para levar um ponto para casa.

PRÓXIMOS JOGOS
Na 27.ª rodada, o Oeste vai enfrentar o Goiás, novamente em casa, sexta-feira, às 21h30. O Tupi volta para Juiz de Fora (MG), onde vai receber o Brasil de Pelotas, sábado, às 18h30.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
17/09/2016
Horário
21h00
Local
José Liberatti - Osasco (SP)
Árbitro
Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Renda
R$ 4.155,00
Assistentes
Gabriel Conti Viana (RJ) e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)

Público
698 pagantes
Cartões Amarelos
Oeste-SP: Felipe Rodrigues, Daniel Simões
Tupi-MG: Octávio, Gabriel Santos, Hiroshi

Oeste-SP
Felipe Alves;
André Castro, Bruno Silva e Felipe Rodrigues;
Daniel Simões, Marquinho, Léo Artur e Rodolfo (Pedro Carmona);
Mike, Ricardo Bueno (Marcos Vinícius) e Crysan (Wellington).
Técnico: Fernando Diniz.
Tupi-MG
Rafael Santos;
Douglas, Gabriel Santos, Thiago Sales e Luiz Paulo;
Renan Teixeira, Recife, Octávio, Jonathan e Hiroshi (Thiago Spindola);
Vinícius Kiss (Pedrinho - Igor) .
Técnico: Estevam Soares.