Náutico 3 x 1 Paysandu - Hat-trick de Vinícius o Timbu e a ameaça reação na Série B

Vinícius marcou os três gols do time da casa, que agora soma 36 pontos, em 11.º lugar. O time de Belém (PA) continua em baixa

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 17 (AFI) – Depois de quatro jogos sem vitória, o Náutico levou vantagem sobre o Paysandu e venceu por 3 a 1, nesta tarde, na Arena Pernambuco, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Vinícius marcou os três gols do time da casa, que agora soma 36 pontos, em 11.º lugar. O time de Belém (PA) continua em baixa com 32 pontos, em 14.º lugar.

TIMBU BEM ARMADO
O Náutico, bem armado pelo técnico Givanildo Oliveira, começou melhor. Diminuindo os espaços do visitante aproveitou as chances que teve para abrir vantagem. Aos 16 minutos, a defesa não cortou e Rafael Pereira ajeitou par trás para o chute de Vinícius. A bola desviou em Roniery e tirou o goleiro Emerson da jogada: 1 a 0.

Enquanto o Paysandu tentava se posicionar melhor em campo, o time Pernambuco ampliou aos 21 minutos. Desta vez a ajeitada foi de Lucas para o chute de primeira de Vinícius no ângulo de Emerson: 2 a 0. O jogo ficou mais tranquilo para o mandantes, que passou a valorizar a posse de bola.

Aos poucos, porém, o Paysandu foi se soltando e atrás no placar foi ao ataque. Aos 36 minutos ameaçou com um chute sem ângulo de Tiago Luís que Júlio César rebateu. Aos 40 minutos o time paraense diminuiu com Jhonnathan.

O Náutico venceu o Paysandu e pode respirar um pouco mais tranquilo. (Foto: Divulgação / Náutico)
O Náutico venceu o Paysandu e pode respirar um pouco mais tranquilo. (Foto: Divulgação / Náutico)
Ele foi lançado por Augusto Recife e dividiu com Júlio César. Na sobra a bola ficou com Leandro Cearense que fez o passe para Jhonathan na esquerda. Ele bateu rasteiro para as redes: 2 a 1.

MUDANÇA EM CAMPO
O segundo tempo começou sem mudanças. Mas o Paysandu passou a tocar melhor a bola no meio campo e passou a envolver o time da casa, no novo posicionamento feito pelo técnico Dado Cavalcanti.

Mas não transformou este domínio em chances de gol. Nos contra ataques o Náutico quase ampliou aos 27 minutos, quando Renan Oliveira entrou nas costas da defesa e chutou no pé da trave.

Já nos acréscimos, Rony foi derrubado por Roniery dentro da área e acabou expulso. O pênalti foi cobrado por Vinícius, que deslocou Emerson e comemorou, aos 49 minutos, seu terceiro gol, o quinto em cinco jogos.

PRÓXIMOS JOGOS
No próximo sábado o Náutico vai enfrentar o Paraná, em Curitiba (PR). O Paysandu só volta a campo na outra segunda-feira, dia 26, em casa, diante do ameaçado Bragantino.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
17/09/2016
Horário
16h30
Local
Arena Pernambuco - São Lourenço da Mata (PE)
Árbitro
Gleidson Santos Oliveira (BA)

Renda
R$ 36.325,00
Assistentes
Dijalma Silva Ferreira Júnior (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)

Público
2.635 pagantes
Cartões Amarelos
Náutico-PE: Vinícius, Esquerdinha
Paysandu-PA: Augusto Recife, João Lucas, Lucas, Ricardo Capanema

Gols
Náutico-PE: Vinícius 16' 1T, Vinícius 21' 1T, Vinícius 49' 2T
Paysandu-PA: Jhonnatan 40' 1T
Náutico-PE
Júlio César;
Joazi, Adalberto, Rafael Pereira e Gastón Filgueira;
João Ananias, Renan Oliveira (Negretti), Marco Antônio (Esquerdinha) e Vinícius;
Rony e Bergson (Yure Mamute).
Técnico: Givanildo Oliveira.
Paysandu-PA
Emerson;
Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas;
Ricardo Capanema, Augusto Recife (Rafael Costa), Lucas (Raí) e Jhonnathan (Mailson);
Tiago Luis e Leandro Cearense.
Técnico: Dado Cavalcanti.