Seleção FI com homenagem ao Dia da Consciência Negra e maestro do Palmeiras

O técnico escolhido para comandar a equipe é Argel Fucks, que vem salvando o Vitória do rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Campinas SP, 21 (AFI) - O Palmeiras está muito perto de carimbar o título do Campeonato Brasileiro. O Verdão venceu o Botafogo e contou com tropeços de Santos e Flamengo para abrir seis pontos na liderança, faltando apenas duas rodadas para o fim. Na parte de baixo da tabela, o Figueirense teve a queda concretizada ao perder para o Vitória.

Com um ataque de fazer inveja, formado por Keno, Marinho e Ricardo Oliveira, a Seleção FI da 36ª rodada do Brasileirão vem com maestro do Palmeiras, e goleiro da Ponte Preta, que homenageou o dia da Consciência Negra, em uma forma de combate ao racismo.

O técnico escolhido para comandar a equipe é Argel Fucks, que deixou o Vitória praticamente certo na Primeira Divisão. O treinador montou um time competitivo, que engoliu o Figueirense neste domingo.

Palmeiras já é campeão brasileiro 2016?
Palmeiras já é campeão brasileiro 2016?

Confira a seleção FI da 36ª rodada do Brasileirão:

Goleiro: Aranha (Ponte Preta)
No dia da consciência negra, Aranha, que já sofreu racismo dentro de campo quando defendia o Santos, teve uma atuação perfeita. Quando Wendel passou sem querer a bola para Cícero, os pontepretanos temeram o pior, mas o camisa 1 estava atendo e foi buscar no cantinho. Ele fez ainda mais duas boas defesas e mostrou segurança na saída de bola. De quebra, foi homenageado ao dar o ponta pé inicial.

Lateral-direito: Vitor (Santa Cruz)
O Santa Cruz fez uma de suas melhores partidas neste domingo, quando empatou por 3 a 3 com o Atlético Mineiro, em um jogo aberto e cheio de emoções. O ponto alto do clube pernambucano foi o lado direito, com Vitor. O jogador apoiou muito bem o ataque e deixou o seu.

Fred forma o sistema defensivo da seleção FI
Fred forma o sistema defensivo da seleção FI

Zagueiro: Fred (Grêmio)
O Grêmio fez uma partida perfeita defensivamente diante do América-MG na boleada por 3 a 0. Mesmo atuando com o time reserva, o Tricolor não correu riscos, muito pela atuação de Fred. O defensor foi soberano na cabeça de área e ainda deixou o seu. Foi o destaque da partida.

Zagueiro: Thiago Heleno (Atlético Paranaense)
É o xerifão do Atlético Paranaense. Jogar fora de casa contra o time paranaense nunca é fácil, e o Sport sentiu esse gostinho. O defensor ganhou todas, tanto que Diego Souza nem viu a corda bola, e ainda chamou a responsabilidade ao marcar o gol de pênalti, o segundo do Furacão no triunfo por 2 a 0.

Lateral-esquerdo: Dener (Chapecoense)
E regularidade é a principal característica da Chapecoense nesta temporada. Mesmo tendo pela frente uma semifinal de Sul-Americana na quarta-feira, o Verdão do Oeste jogou com muita vontade diante do São Paulo e mereceu a vitória, que começou a ser construída depois do golaço de Dener em um chute cruzado. Ele também não deixou o argentino Buffarini se aventurar no ataque, ganhando quase todas do lateral-direito tricolor.

Wendel entrou na seleção da 36ª rodada
Wendel entrou na seleção da 36ª rodada

Volante: Wendel (Ponte Preta)
Não é um meia clássico para atuar com a 10, mas o número da camisa caiu muito bem. Com mais liberdade para chegar na frente devido ao esquema de Eduardo Baptista - três volantes no meio-campo -, Wendel foi mais uma vez decisivo ao marcar o gol da vitória pontepretana sobre o Fluminense no último domingo. E foi um golaço. Tirou de Henrique no domínio e bateu forte, sem chances para Júlio César. Vale lembrar que contra o Internacional atuou o segundo tempo como zagueiro. Ou seja, é o "faz tudo" da Macaca.

Volante: Moisés (Palmeiras)
Um achado do Palmeiras para a temporada 2017. Poucos confiavam no talendo do meia, que vem ditando o ritmo do Verdão no Campeonato Brasileiro. Fez uma partida espetacular na vitória, por 1 a 0, diante do Botafogo, com direito a chapéu no adversário e lançamentos precisos, sem contar que saiu de seus pés a jogada que terminou com o gol de Dudu, o único do duelo que deixou o Alviverde perto da taça.

Marlone brilhou com a camisa do Corinthians nesta segunda
Marlone brilhou com a camisa do Corinthians nesta segunda

Meia: Marlone (Corinthians)
A indicação para o prêmio Puskas não subiu à cabeça de Marlone, que se motivou ainda mais e fez um grande jogo diante do Internacional, na vitória do Corinthians por 1 a 0. O jogador criou as melhores oportunidades do alvinegro, mandou uma na trave e ainda deixou o seu em cobrança de pênalti.

Atacante: Keno (Santa Cruz)
Foi o grande nome no empate entre Santa Cruz e Atlético-MG, por 3 a 3. Ele é o dono do lado esquerdo do ataque tricolor. Rápido e habilidoso, ele sobrou sobre o lateral-direito Marcos Rocha. Marcou um golaço e ainda deu uma linda assistência para o gol de Vítor. Foi insuante em todo o jogo, além de ser a válvula de escape do time.

Atacante: Ricardo Oliveira (Santos)
Ele não não foi participativo e nem foi o jogador que mais tocou na bola. Ainda assim, Ricardo Oliveira novamente foi decisivo para o Santos. Quando Lucas Romero entregou uma bola de bandeja, ele estava no lugar certo e mostrou frieza paea vencer o goleiro. Depois, teve tranquilidade para marcar um gol de pênalti. Fazer gols é o que se espera do veterano, e ele fez.

Argel Fucks está na seleção FI
Argel Fucks está na seleção FI
Atacante: Marinho (Vitória)
Um gol e duas assistência, essa foi a participação de Marinho na goleada do Vitória para cima do Figueirense por 4 a 0. O jogador vem sendo o salvador da pátria. Se não fosse pelo seu futebol, o Leão já estaria na Série C. Cresceu na hora decisiva e traz consigo a esperança da equipe em permanecer na divisão. Tem feito a diferença.

Técnico: Argel Fucks (Vitória)
Argel Fucks endireitou o time do Vitória, que está muito próximo de escapar do rebaixamento. O treinador não teve medo, colocou a equipe no ataque, e obteve o resultado esperado, goleada para cima do Figueirense adversário direto contra o Z4, por 4 a 0. O treinador fez mudanças pontuais e 'ressuscitou' jogadores como Marinho, Zé Love e Kieza, apagados em outros clubes. O trio está comando a bola nesta reta final.