Flamengo x Santos – Peixe seca o Palmeiras e ainda sonha

O time da Vila Belmiro precisa vencer e torcer para que o líder perca para a Chapecoense para ainda ter chances de título

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) – Ainda sonhando com o título do Campeonato Brasileiro, o Santos terá uma missão muito complicada pela 37ª e penúltima rodada. Além de precisar torcer por derrota do Palmeiras, o Peixe enfrenta o Flamengo, neste domingo às 17 horas, no Maracanã.

Os cariocas estão na terceira colocação, com 67, um a menos do que o Santos. Para seguir com chances de título, o Peixe precisa vencer e torcer por uma derrota do Palmeiras na partida contra a Chapecoense, no Allianz Parque, no mesmo horário.

FORÇA MÁXIMA
Para a partida deste domingo, o técnico Zé Ricardo poderá contar co todos os seus jogadores. Sem problemas de suspensão ou lesão, o treinador deve manter a base que vem entrando em campo nas últimas rodadas.

A dúvida é o companheiro de Guerrero e Everton no ataque. Fernandinho e Gabriel disputam a vaga no time titular, mas a decisão só deve ser divulgada momentos antes do início do jogo.

PROBLEMA NA ZAGA
Assim como nas últimas rodadas, o único problema do técnico Dorival Júnior é a dupla de zaga. Com Gustavo Henrique e Luiz Felipe lesionados, a defesa segue sedo montada com David Braz e Yuri.

O restante da equipe segue mantido em relação aos últimos jogos, com Renato, Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno no meio de campo e Copete atuando ao lado de Ricardo Oliveira no ataque.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
37ª rodada
Data
27/11/2016
Horário
17h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Eduardo Tomaz de Aquino Valadao - GO

Renda
R$ 1.601.982,00
Assistentes
Alessandro A Rocha de Matos - BA e Bruno Raphael Pires - GO

Público
37.615 pagantes (33.924 torcedores)
Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Diego

Gols
Flamengo-RJ: Guerrero 4' 1T, Diego 39' 2T
Flamengo-RJ
Alex Muralha;
Pará, Réver, Rafael Vaz (Juan) e Jorge;
Márcio Araújo, Willian Arão e Diego;
Everton, Gabriel (Fernandinho) e Guerrero (Leandro Damião).
Técnico: Zé Ricardo
Santos-SP
Vanderlei;
Victor Ferraz, David Braz, Yuri e Zeca;
Renato (Arthur Gomes), Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno (Léo Cittadini);
Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior