Corinthians x Internacional - Timão vai protagonizar "DVD" da queda?

Em 2007, corintianos chegaram a acusar Inter de entregar jogo para Goiás e ajudar na queda alvinegra. Vingança à vista?

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 20 (AFI) – Uma rivalidade que ganhou muita força na última década. Título corintiano conquistado com arbitragem polêmica, ajudinha a para rebaixar o Timão, DVD para lá, DVD para cá… Pronto, criou-se uma rixa que chega a se aproximar do nível do Gre-nal. E a situação ficou ainda mais apimentada pelo fato de o Corinthians sonhar com Libertadores e o Internacional, que estreia o técnico Lisca “Doido”, lutar contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. É sob este clima que os dois times se enfrentam, nesta segunda-feira, às 20 horas, na Arena Corinthians, no encerramento da 36ª rodada.

Além da vitória ser importante na disputa por vaga na Libertadores, a chance de rebaixar o Inter motiva ainda mais diretoria e torcida do Timão. Afinal, para muitos alvinegros, em 2007, o Colorado teria facilitado um jogo para o Goiás, que venceu por 2 a 1, e influenciou no rebaixamento corintiano à Série B. O goleiro Felipe, na época no Corinthians, chegou a fazer acusações publicamente.

Tal fato seria sido motivado porque o Colorado teria enxergado uma oportunidade de “vingar” os paulistas pelo título brasileiro de 2005. Naquele ano, os dois times fizeram uma “final antecipada”, que acabou empatada com erro de arbitragem em favor dos paulistas e que foi determinante para o título alvinegro.

Pênalti de Fábio Costa sobre Tinga, em 2005, até hoje é lembrado pelos colorados
Pênalti de Fábio Costa sobre Tinga, em 2005, até hoje é lembrado pelos colorados
SITUAÇÃO ATUAL
Apesar dos atrativos que envolvem o jogo, a situação dos dois times não é nada boa. Embora ainda brigue por Libertadores, o Corinthians vive uma péssima fase. São quatro jogos sem ganhar, com três empates e uma derrota, sem contar as atuações nada convincentes. A última vitória foi há mais de um mês, quando bateu o lanterna América-MG, por 2 a 0, pela 31ª rodada. Apesar disso, o time segue próximo ao G6, com 51 pontos.

A vida corintiana só não anda pior que a dos colorados. O Inter também está há quatro rodadas sem vitórias, com dois empates e duas derrotas. Neste período, não venceu uym Gre-Nal, foi eliminado pelo Atlético-MG na Copa do Brasil e empatou em casa com Santa Cruz e Ponte Preta, por 1 a 1. Após empacar na Macaca, a diretoria demitiu Celso Roth e contratou Lisca. Hoje, os gaúchos caíram para a zona de rebaixamento, com 39 pontos.

MUITAS MUDANÇAS
Em meio à má fase do Corinthians e aos muitos desfalques para encarar o Internacional, o técnico Oswaldo de Oliveira decidiu mudar. Ele confirmou a escalação do time paulista com seis alterações em relação ao empate do meio de semana contra o Figueirense.

A principal novidade está no meio de campo. De volta após desfalcar o Corinthians em Florianópolis, o lateral-esquerdo Uendel será titular, mas não em sua posição de origem. Pela primeira vez, ele será escalado como meia. Assim, Guilherme Arana permanece na equipe na lateral.

Oswaldo de Oliveira acumula muitos desfalques no Corinthians
Oswaldo de Oliveira acumula muitos desfalques no Corinthians
O meio de campo também terá outras alterações. Com o afastamento de Willians, após discussão com torcedor no último sábado, Cristian assume a titularidade como primeiro volante. Marlone também ganhará uma nova chance para começar jogando. Rodriguinho e Giovanni Augusto, suspensos, são desfalques.

Mas as novidades não param por aí. Na zaga, Balbuena e Vilson, que estavam suspensos, estão de volta nas vagas de Pedro Henrique e Léo Santos. No ataque, Romero recuperou a titularidade depois de defender a seleção paraguaia nas Eliminatórias. Ele será o substituto do também suspenso Lucca.

BASE MANTIDA
O técnico Lisca não deve mexer na escalação do Internacional para enfrentar o Corinthians. Ao menos foi isso que o novo comandante colorado, substituto de Celso Roth, indicou no treino deste sábado pela manhã no Beira-Rio.

Lisca permitiu que a imprensa acompanhasse somente o início da atividade neste sábado, e neste momento foi possível ver o treinador separando o elenco entre titulares e reservas. Ele escalou justamente a mesma equipe que empatou por 1 a 1 com a Ponte Preta, na última quinta, no jogo que selou a demissão de Roth.

Inter aposta no fator motivacional com a chegada de Lisca
Inter aposta no fator motivacional com a chegada de Lisca
O princípio, a ideia de Lisca é aproveitar o entrosamento destes jogadores, uma vez que o treinador chegou ao clube na sexta e tem pouco tempo para preparar a equipe.

“Vou dar a minha vida nesses três jogos. Vou viver isso aqui o dia inteiro. Vou deixar tudo que eu tenho aqui, e é isso que eu quero que os jogadores façam e que o torcedor faça. Eles sabem que tem um treinador aqui que sabe a dimensão do clube, que sabe a dificuldade. Vou me dedicar 100% e vou botar tudo que eu sei e tudo que eu aprendi nesses três jogos”, afirmou Lisca.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
36ª rodada
Data
21/11/2016
Horário
20h00
Local
Arena Corinthians - São Paulo (SP)
Árbitro
Rodolpho Toski Marques (PR)

Renda
R$ 907.361,50
Assistentes
Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Público
19.493 pagantes
Cartões Amarelos
Corinthians-SP: Marlone
Internacional-RS: Ernando, Anselmo

Gols
Corinthians-SP: Marlone 8' 2T
Corinthians-SP
Walter;
Fagner, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana;
Cristian (Jean), Camacho (Marciel), Marquinhos Gabriel, Uendel e Marlone (Léo Jabá);
Romero.
Técnico: Oswaldo de Oliveira
Internacional-RS
Danilo Fernandes;
William, Paulão, Ernando e Geferson;
Rodrigo Dourado, Anselmo, Eduardo Sasha (Nico López) e Anderson;
Vitinho (Seijas) e Aylon (Valdívia).
Técnico: Lisca