Sport 1 x 0 Vitória - Com dois pênaltis perdidos, Vitória termina a rodada na zona

O time baiano perdeu dois pênaltis em menos de dez minutos e não teve forçar para buscar o empate diante do Leão da Ilha

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 16 (AFI) – O Sport recebeu o Vitória na Ilha do Retiro neste domingo pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo com muita chances de gols e pênaltis perdidos, o Leão da Ilha levou a melhor sobre o Leão do Barradão por 1 a 0. A vitória no confronto direto deixa o Sport respirar um pouco na parte de baixo e empurra o Vitória para o Z4.

Com a vitória neste domingo, o Sport embola ainda mais a briga na parte de baixo da tabela. O Leão da Ilha chega a 37 pontos e dorme na 13ª posição. O Rubro-Negro pernambucano pode ser ultrapassado pelo São Paulo, que joga na segunda. Já o Vitória termina a rodada na zona de rebaixamento com a derrota. Com 35 pontos, o time baiano fica na 17ª posição.

Com a vitória, o Sport consegue se distanciar um pouco mais do Z4
Com a vitória, o Sport consegue se distanciar um pouco mais do Z4

QUE DESPERDÍCIO...
O Sport começou o jogo embalado em busca do gol. Logo no primeiro minuto, Rodney Wallace recebeu na área, passou por Fernando Miguel e bateu para o gol, mas Ramon salvou o Vitória em cima da linha. Com 2 minutos, Rogério invadiu a área, fez o drible para trás e bateu firme para defesa de Fernando Miguel. De tanto tentar, o gol do Leão veio aos 5 minutos. Diego Souza recebeu na direita, partiu para cima e bateu de canhota para o gol, sem chances dessa vez para o goleiro.

Logo após sofrer o gol, o time do Vitória acordou para o jogo, mas faltou aproveitar suas chances. Aos 8, o lateral Diogo Mateus bateu de primeira e levou perigo. Mas as reais chances vieram na sequência. Aos 10, Matheus Ferraz colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Zé Love cobrou no canto esquerdo, mas Magrão defendeu.

Quatro minutos depois, Kieza bateu bem para o gol, Magrão defendeu e no rebote Cárdenas foi derrubado, o árbitro marcou novo pênalti. Dessa vez Kieza foi para a bola. O atacante bateu no canto esquerdo e parou na trave. Magrão acertou o lado novamente.

Após a sequência de pênaltis, o Sport voltou a levar perigo. Aos 21 minutos, Renê recebeu lançamento da zaga e saiu na cara do gol. Rogério não alcançou o cruzamento. Aos 30, Rodney bateu firme e Fernando Miguel encaixou. Aos 33, Renê cobrou falta e Ronaldo Alves cabeceou perto, com muito perigo.

SPORT MELHOR
Assim como no início do 1º tempo, o Sport voltou a fazer uma blitz no ataque no início da 2ª etapa. Aos 8 minutos, Rodney mandou uma bicicleta, que foi por cima com perigo. Dois minutos depois, Rogério chegou batendo com perigo para fora. Mas o jogo ficou lá e cá. Aos 17, Marcelo bateu forte de fora da área e Magrão teve que defender em dois tempos.

Perto da marca dos 30 minutos, o Sport pressionou e conseguiu dominar o jogo. Aos 28, Vinicius Araújo arriscou de longe e Fernando Miguel defendeu. Aos 31, Apodi bateu e Fernando Miguel pulou para fazer grande defesa. Na sequência do lance, Rithely bateu colocado e Fernando Miguel fez grande defesa. Rithely voltaria a tentar aos 33, mas Fernando Miguel apareceu de novo. O Vitória ainda teve o volante Marcelo expulso por reclamação para complicar mais a situação.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, a 32ª, o Sport joga fora de casa contra o líder Palmeiras, na Arena Palmeiras. A partida acontece às 17h do próximo domingo. No mesmo dia e horário, o Vitória receberá o Cruzeiro no Estádio Barradão.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
16/10/2016
Horário
19h30
Local
Ilha do Retiro - Recife (PE)
Árbitro
Andre Luiz de Freitas Castro - GO

Renda
R$ 144.790,00
Assistentes
Cristhian Passos Sorence - GO e Marcio Soares Maciel - GO

Público
24.138 torcedores
Cartões Amarelos
Sport-PE: Matheus Ferraz
Vitória-BA: Kanu, Amaral, Zé Love

Cartões Vermelhos
Vitória-BA: Marcelo
Gols
Sport-PE: Diego Souza 5' 1T
Sport-PE
Magrão;
Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê;
Paulo Roberto, Rithely e Diego Souza;
Everton Felipe (Apodi), Rodney Wallace (Neto Moura) e Rogério (Vinícius Araújo).
Técnico: Daniel Paulista
Vitória-BA
Fernando Miguel;
Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Euller;
Amaral, Marcelo, Cárdenas (Serginho) e Tiago Real (Vander);
Kieza, Zé Love (Alípio).
Técnico: Argel Fucks