Internacional x Flamengo - Vencer, vencer ou vencer são as opções para os dois clubes

Cariocas brigam pelo título do Campeonato Brasileiro, enquanto os gaúchos lutam para não serem rebaixados

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 15 (AFI) – Com a competição entrando na sua reta final, todas as partidas vêm sendo encaradas como verdadeiras decisões. Em busca do título, o Flamengo visita o Internacional no Estádio Beira-Rio. A equipe gaúcha luta desesperadamente contra o rebaixamento que, mancharia a história gloriosa de um dos maiores clubes do país. Com estes ingredientes, o duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro tem início previsto para as 17h, deste domingo.

Só a vitória interessa ao Colorado que amarga a 17ª posição na tabela de classificação, com 33 pontos - os gaúchos são o primeiro time dentro do Z4. Já o Flamengo segue na vice-liderança, tendo diminuído a diferença para o Palmeiras para um ponto somente. O Mengão já contabilizou 60 pontos até aqui.

Celso Roth tem dúvidas para escalar a linha defensiva do Internacional (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
Celso Roth tem dúvidas para escalar a linha defensiva do Internacional (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
CLIMA QUENTE
O péssimo momento do Internacional tem mexido com os ânimos da torcida e, comprovadamente, com o dos jogadores também. Alvo de críticas até da imprensa esportiva, o volante Anderson agrediu o campeão olímpico Willian no treino da última sexta. Irritado, o jogador que foi relevado pelo arquirrival Grêmio deferiu um soco no rosto do jovem lateral.

Rapidamente a turma do ‘deixa disso’ entrou em ação apartando a briga. Após as atividades, Celso Roth preferiu adotar uma postura serena, tentando minimizar o episódio.

"Fiquei sabendo da briga, mas não vi. O desentendimento é normal. Conversei com os jogadores. Não deveria ocorrer, mas ocorre. Agora, vamos conversar para colocar as coisas em seus devidos lugares. Não atrapalha nada, é coisa de treinamento” disse o técnico, em entrevista ao Estadão.

DÚVIDAS
Celso Roth tem dúvidas para escalar o Inter para este importante compromisso. Suspenso, Willian abre uma lacuna na lateral-direita. Há dúvida fica por colocar jogadores da posição em ambas as alas, ou seguir improvisado, reforçando o setor com mais um zagueiro. Tudo indica que o treinador não inventará, devolvendo Ceará para a direita e escalando Geferson na esquerda.

Guerrero volta ao time titular do Flamengo
Guerrero volta ao time titular do Flamengo
SEM POLÊMICA E COM GUERRERO
O pensamento no elenco do Flamengo é deixar para trás a polêmica arbitragem do Fla-Flu, focando no objetivo maior que é a conquista do título. Ainda sobre o controverso gol anulado da equipe das Laranjeiras, Diego preferiu ressaltar a evolução dos árbitros brasileiros.

"A arbitragem evoluiu bem no Brasil, são bem preparados, principalmente psicologicamente. O Sandro buscou isso em todos os momentos, ele queria ser justo. Conversava conosco e com os jogadores do Fluminense. Nós, começando por mim, temos que respeitar as decisões da arbitragem. Dessa forma, acho que não só a arbitragem vai crescer, mas o futebol brasileiro também", considerou, em entrevista coletiva nesta última sexta.

Para este duelo, o peruano Guerrero volta a figurar entre os titulares do clube. O atacante está recuperado das dores na coxa direita, responsáveis por tirar o jogador do clássico da última quinta. A entrada dele na vaga de Leandro Damião deve ser a única mudança no time.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
16/10/2016
Horário
17h00
Local
Beiro Rio - Porto Alegre (RS)
Árbitro
Wilton Pereira Sampaio (GO)

Renda
R$ 640.755,00
Assistentes
Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

Público
31.981 pagantes (35.510 no total).
Cartões Amarelos
Internacional-RS: Alex, Paulão, Vitinho
Flamengo-RJ: Guerrero

Gols
Internacional-RS: Eduardo Sasha 20' 2T, Vitinho 35' 2T
Flamengo-RJ: Réver 11' 2T
Internacional-RS
Danilo Fernandes;
Ceará, Paulão, Ernando e Geferson;
Anselmo (Fabinho), Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Sasha), Alex e Seijas (Valdívia);
Vitinho
Técnico: Celso Roth
Flamengo-RJ
Alex Muralha;
Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge;
Márcio Araújo (Emerson Sheik), Willian Arão e Diego;
Gabriel (Alan Patrick), Guerrero e Everton (Fernandinho).
Técnico: Zé Ricardo