Atlético-MG 3 x 0 América-MG - Galo vence clássico e segue vivo na briga pelo título

Fred abriu o placar ainda no primeiro tempo de voleio, enquanto Carlos César e Lucas Pratto completaram a vitória na segunda etapa

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 13 (AFI) - O Atlético Mineiro fez jus ao fator casa para conquistar mais uma vitória e seguir na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Na noite dessa quinta-feira, o Galo recebeu e venceu o América-MG, no clássico mineiro, pelo placar de 3 a 0, no Estádio do Mineirão. Fred abriu o placar ainda no primeiro tempo de voleio, enquanto Carlos César e Lucas Pratto completaram o placar na etapa final.

Com o resultado, o Galo chega a cinco jogos sem derrota e agora está com 56 pontos na terceira colocação. Já o seu rival, vive um momento totalmente diferente na tabela. Na lanterna, o Coelho tem 21 pontos e acumula três derrotas seguidas e até por conta disso já está praticamente rebaixado.

PRIMEIRO TEMPO
Jogando sob seu mando no Mineirão, diante do lanterna da competição, o Atlético Mineiro começou fazendo pressão. Tanto que logo aos quatro minutos teve duas grandes chances, mas parou no goleiro João Ricardo. No primeiro lance, Otero fez uma boa jogada pelo meio e da entrada da área chutou forte, exigindo uma boa defesa do arqueiro. No rebote, a bola sobrou para Clayton, que de primeira chutou mas o goleiro fez mais um milagre, salvando o time americano.

Depois do susto, o América acordou para a partida e conseguiu responder em jogadas de contra-ataques. Em um dos lances, o lateral Gilson recebeu na esquerda e da entrada da área chutou forte, buscando o ângulo do goleiro Victor mas a bola vai para fora. Na sequência, a partida ficou bastante disputada no meio-campo com ambas as equipes parando na forte marcação adversária.

Tanto que o primeiro gol da partida só foi acontecer aos 36 minutos, quando Otoro cruzou na área para Fred, que de primeira finalizou de voleio, sem dar chances para o goleiro João Ricardo que só olhou a bola entrar. Nos minutos finais, o América fez pressão em busca do empate, tanto que exigiu uma difícil defesa de Victor após um chute de Nixon a queima roupa. De qualquer forma, a primeira etapa terminou com a vitória parcial do Galo.

SEGUNDO TEMPO
Assim como na primeira etapa, o Atlético voltou do intervalo dominando o segundo tempo. Aos 8 minutos, após um cruzamento na área, Leonardo Silva cabeceia bem no canto, mas o goleiro João Ricardo se estica inteiro para evitar o que seria o segundo gol atleticano. Mas depois de muita pressão, não houve goleiro que evitasse o Galo ampliar. Aos 19 minutos, Clayton avançou pela direita e cruzou rasteiro, Carlos César apareceu na área para só desviar e aumentar a vantagem dos donos da casa.

Depois disso, a partida seguiu movimentada. Enquanto o Galo dominava a partida com a maior posse de bola, o América tentava responder, tanto que em um dos lances chutou uma bola na trave. Mas quem voltou as redes mais uma vez foi o Atlético. Aos 39 minutos, em uma jogada rápida, Patric tocou para Pratto, que dominou puxando para a perna direita e chutou no ângilo de João Ricardo, que nada pode fazer. O gol do argentino sacramentou a vitória do Galo, por 3 a 0.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times já voltam a campo no próximo domingo, para a disputa da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Às 17h, o Atlético encara o Botafogo, fora de casa, no Estádio Luso-Brasileiro. Um pouco mais tarde, às 18h30, o América também joga fora de casa, quando encara o Corinthians, na Arena Itaquera.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
30ª rodada
Data
13/10/2016
Horário
19h30
Local
Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Raphael Claus - SP (FIFA)

Renda
R$ 766.625,00
Assistentes
Rogerio Pablos Zanardo - SP (ASP-FIFA) e Danilo Ricardo Simon Manis - SP (ASP-FIFA)

Público
30.411 pagantes
Gols
Atlético-MG: Fred 36' 1T, Carlos César 20' 2T, Lucas Pratto 39' 2T
Atlético-MG
Victor;
Carlos César, Erazo, Leonardo Silva, Fábio Santos;
Rafael Carioca (Yago), Júnior Urso, Otéro;
Robinho (Patric), Clayton (Lucas Pratto) e Fred.
Técnico: Marcelo Oliveira
América-MG
João Ricardo;
Jonas, Éder Lima, Messias (Claudinei), Gilson;
Juninho, Leandro Guerreiro, Ernandes, Tony (Danilo Barcelos);
Osman e Nixon (Mathuesinho).
Técnico: Enderson Moreira