Botafogo 1 x 0 Internacional - Sassá marca, Fogão deixa Inter no Z4 e entra no G6

O atacante divide a artilharia da competição com Robinho, do Atlético-MG, e Gabriel Jesus, do Palmeiras

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 12 (AFI) - Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, o Botafogo aparece dentro da zona de classificação da Copa Libertadores da América. Isso só aconteceu pois o Fogão derrotou o Internacional na noite desta quarta-feira, pelo placar de 1 a 0, em partida disputada no Estádio Luso-Brasileiro.

O único gol do duelo foi marcado pelo artilheiro Sassá, aos 40 minutos da etapa complementar. Agora ele divide a artilharia do Brasileirão com Gabriel Jesus, do Palmeiras, e Robinho, do Atlético Mineiro.

Com o resultado, o Botafogo, que tem, neste momento, a terceira melhor campanha do segundo turno, sobe para a quinta colocação, ultrapassando Atlético-PR e Fluminense, que entram em campo na quinta-feira contra, respectivamente, Grêmio e Flamengo.

O Internacional, por sua vez, desperdiçou a grande chance de deixar a zona de rebaixamento. A derrota fez com que o Colorado ficasse na 17ª colocação, com 33 pontos, um a menos do que o Sport, primeiro time fora do Z4.

Sassá fez o gol da vitória do Botafogo contra Inter - Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Sassá fez o gol da vitória do Botafogo contra Inter

O JOGO
O Inter entrou em campo com uma postura clara, de não sofrer gols. Com apenas Vitinho e Valdívia mais avançados, o time se fechou na defesa, sem dar espaços para o adversário, a ponto de deixar o jogo sem nenhum lance de perigo até os 30 minutos, quando Dudu Cearense decidiu arriscar de longa distância e viu Danilo Fernandes fazer boa defesa.

Após isso, o jogo teve uma leve melhora. O Botafogo voltou a ameaçar com Carli, que pegou um voleio sem força. A defesa do Inter se atrapalhou, mas conseguiu afastar o problema. Na única vez que chegou ao ataque, o time gaúcho viu Valdívia chutar para fora. Discreto até então, Neilton apareceu e quase marcou, aos 36, quando entrou na área e bateu para fora.

Com o recuo do Inter, o técnico Jair Ventura lançou o time ao ataque, com três atacantes no segundo tempo. Mas isso também não foi o suficiente para superar a barreira criada por Celso Roth, que em momento algum abdicou da proposta inicial. Até nas substituições, o treinador mantinha a estrutura, sempre defensiva.

Mesmo com o Botafogo melhor, o Inter foi quem quase marcou, quando a defesa abriu para Vitinho arrancar, driblar três marcadores e parar em Sidão. Aos 26, o Botafogo respondeu, com Rodrigo Pimpão, em ótima defesa de Danilo Fernandes.

O jogo ficou ainda mais truncado, com chances escassas. Porém, aos 38, o árbitro assinalou pênalti polêmico para o Botafogo. Com tranquilidade, Sassá deslocou Danilo Fernandes e colocou a equipe carioca na frente: 1 a 0, aos 40.

Com a desvantagem, os gaúchos tentaram arrancar o empate, mas com tantos defensores em campo, faltou qualidade para tirar a vitória do Botafogo que entrou no G6 do Brasileirão.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Atlético-MG no domingo, às 17h, no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. No mesmo dia e horário, o Internacional desafia o Flamengo no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
30ª rodada
Data
12/10/2016
Horário
21h45
Local
Luso-Brasileiro - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Marielson Alves Silva - BA

Renda
R$ 196.750,00
Assistentes
Kleber Lucio Gil - SC e Guilherme Dias Camilo - MG

Público
9.087 pagantes
Cartões Amarelos
Botafogo-RJ: Vinícius Tanque, Joel Carli, Airton
Internacional-RS: Paulão, William

Gols
Botafogo-RJ: Sassá 40' 2T
Botafogo-RJ
Sidão;
Alemão, Joel Carli, Emerson Santos e Victor Luis;
Airton, Dudu Cearense (Rodrigo Pimpão), Rodrigo Lindoso e Camilo;
Neilton (Gervasio Núñez) e Vinícius Tanque (Sassá).
Técnico: Jair Ventura
Internacional-RS
Danilo Fernandes;
William, Paulão, Eduardo e Ceará (Geferson);
Rodrigo Dourado, Anselmo, Gustavo Ferrareis (Seijas), Alex e Valdívia (Eduardo Sasha);
Vitinho.
Técnico: Celso Roth