Botafogo 3 x 2 Atlético-MG - Jogão alvinegro com gol salvador, polêmica e Fogão no G6

Em um jogo muito disputado, Dudu Cearense garantiu a vitória botafoguense com um gol aos 45 minutos

por Agência Futebol Interior

Ilha do Governador, RJ, 16 (AFI) - Polêmica, gol no último minuto e cinco bolas na rede no total. Esses foram os ingredientes do duelo entre Botafogo e Atlético Mineiro na tarde deste domingo, em jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão, no Luso- Brasileiro. O Fogão levou a melhor e venceu a partida por 3 a 2, após abrir dois gols e deixar os visitantes empatarem.

Com o resultado, o time carioca chega aos 50 pontos e se garante por mais uma rodada na zona de classificação para a Libertadores, na quinta colocação. O Galo segue em terceiro, com 56, mas pode ver o Santos encostar ao final da rodada.

2x FOGÃO
O jogo começou em ritmo bastante acelerado, com um Botafogo aplicado e empurrado pela torcida. Assim, não demorou muito para que abrisse o placar. Com apenas cinco minutos de bola rolando, Bruno Silva recebeu cruzamento de Camilo, dominou e chutou rasteiro para o fundo do gol.

O lance gerou muita reclamação do Atlético-MG, já que o meia botafoguense dominou com a mão. Depois de segurar a pressão colocado pelo time inteiro do Galo, o juiz não voltou atrás e validou o gol, que mais uma vez deve colocar a arbitragem como a pauta da semana no noticiário esportivo nacional.

Bruno Silva marcou o primeiro gol do Botafogo. (Foto: Divulgação / Botafogo)
Bruno Silva marcou o primeiro gol do Botafogo. (Foto: Divulgação / Botafogo)

Apesar da revolta, o Atlético não desanimou com o gol sofrido e se aproveitou do lado esquerdo para criar jogadas de perigo, com Otero e Fábio Santos. Aos 17 minutos, mais um lance polêmico. Clayton finalizou após boa triangulação com Fred e Robinho e a bola explodiou no braço do defensor dentro da área, mas o árbitro mandou seguir.

Depois de algumas boas chances desperdiçadas pelo time visitante, o Botafogo voltou à frente do placar antes do intervalo. Aos 34 minutos, Neilton avançou com velocidade pela direita e tocou para Alemão cruzar para Rodrigo Pimpão, que bateu de chapa sem deixar a bola cair para fazer o segundo gol botafoguense.

2x GALO

Os Atlético retornou para o segundo tempo com uma postura ofensiva e logo nos primeiros minutos conseguiu diminuir. Aos cinco, Fred recebeu lançamento no ataque e escorou paraRobinho. O camisa sete devolveu rápido para Fred sair na cara do gol e mandar para o fundo da rede.

Os primeiros dez minutos da etapa final foram permeados por uma pressão intensa do time mineiro. Aos sete, Otero passou por Dudu Cearense, deu uma caneta em Victor Luís e chutou forte, mas viu a bola carimbar a trave. Após outras tentativas frustradas, o gol de empate saiu aos 24. Otero cruzou bem e Leonardo Silva subiu mais que todo mundo para marcar.

PRÓXIMOS JOGOS
O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, quarta-feira, para encarar o Santa Cruz, no Arruda, às 21h45. O Atlético-MG só joga às 19h30 do próximo domingo, quando enfrenta o Figueirense, no Indpendência.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
16/10/2016
Horário
17h00
Local
Luso-Brasileiro - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Wagner Reway (MT)

Renda
R$ 381.073,00.
Assistentes
Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)

Público
15.288 pagantes.
Cartões Amarelos
Botafogo-RJ: Emerson Silva, Bruno Silva
Atlético-MG: Rafael Carioca, Fred

Gols
Botafogo-RJ: Bruno Silva 4' 1T, Rodrigo Pimpão 34' 1T, Dudu Cearense 45' 2T
Atlético-MG: Fred 5' 2T, Leonardo Silva 24' 2T
Botafogo-RJ
Sidão,
Alemão, Emerson Silva, Emerson Santos e Victor Luís;
Airton (Dudu Cearense), Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo;
Neilton (Gervasio Núñez) e Rodrigo Pimpão (Sassá)
Técnico: Jair Ventura
Atlético-MG
Victor;
Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fabio Santos;
Rafael Carioca (Leandro Donizete), Júnior Urso e Otero; Robinho, Clayton (Lucas Pratto) e Fred (Cazares).
Técnico: Marcelo Oliveira