Árbitro faz 'pouco caso' na súmula sobre confusão no Fla-Flu

Sandro Meira Ricci pouco falou sobre o lance polêmico no impedimento de Henrique

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) - O Fla-Flu desta quinta-feira foi marcado por lances polêmicos. O que mais chamou a atenção foi quando o árbitro Sandro Meira Ricci anulou o gol do zagueiro Henrique aos 40 minutos do segundo tempo, após um grande confusão entre os jogadores dos dois clubes. O tento seria o de empate do Tricolor, que acabou derrotado pelo Mengão por 2 a 1, em Volta Redonda.

O Fluminense acusa o árbitro de usar ajuda externa para anular o gol de Henrique. A diretoria do Tricolor ainda deixou claro que o bandeirinha achou que Cícero teria colocado a bola nas redes, mas ao saber que foi o zagueiro aceitou a marcação de Sandro Meira Ricci, que havia dado gol. Só após uma reclamação dos atletas do Flamengo - o banco inteiro levantou -, o lance foi anulado.

Fla-Flu foi marcado por muitas polêmicas
Fla-Flu foi marcado por muitas polêmicas

Apesar de toda polêmica, os jogadores do Fla negaram ajuda externa para pressionar o árbitro, mas teve atleta do Fluminense que avisou sobre uma possível ajuda de fora aos flamenguistas. Sandro Meira Ricci, porém, praticamente não mencionou a confusão na súmula do jogo, negando assim que houve uma influência de fora. Henrique estava realmente impedido na hora do gol.

"O jogo foi paralisado por 10 (dez) min, aos 40' min do 2º tempo, pelos atletas de ambas as equipes terem protestado contra a decisão da arbitragem em um lance de impedimento", escreveu o juiz.

Em seguida, justificou o acréscimo de tempo ao fim do segundo tempo. "Acrécimo de 7 minutos no segundo tempo, sendo 5 minutos pela paralisação a partir do 40º minuto do segundo tempo, conforme relatado no campo 'ocorrência/observação', mais 2 minutos em razão de substituições e retirada de atletas em maca", registrou. Em outro trecho da súmula, dedicado a "observações eventuais", o árbitro surpreendeu ao afirmar que "nada houve de anormal".

O duelo que aconteceu no estádio Raulino de Oliveira ainda ficou marcado por uma briga durante o intervalo, em ação de marketing feita pelos clubes. Nela, torcedores de ambos os times participaram de uma disputa de pênaltis, que terminou em agressão após provocação do torcedor rubro-negro.

Com a vitória, o Flamengo voltou a encostar no líder Palmeiras, com 60 pontos, a um do rival. Já o Fluminense caiu para a sexta posição, com 46.