Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG - Cada um mandou num tempo e ninguém pode reclamar

O Galo se manteve em terceiro lugar, com 46 pontos, atrás de Flamengo (50) e Palmeiras (51), enquanto a Raposa continua ameaçada

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 18 (AFI) – O clássico mineiro terminou empatado e com justiça, nesta tarde, no Mineirão. O Atlético foi melhor no primeiro tempo, mas o Cruzeiro foi superior no segundo, justificando o empate por 1 a 1, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo se manteve em terceiro lugar, com 46 pontos, atrás de Flamengo (50) e Palmeiras (51), enquanto a Raposa continua perto da zona do rebaixamento, com 30 pontos.

O Atlético vinha de vitória, em Belo Horizonte, sobre o Sport, por 1 a 0, enquanto o Cruzeiro tinha perdido, na última rodada, para o são Paulo, por 1 a 0, no Morumbi.

GALO LIGADÃO
O Galo começou mais ligado, disposto a explorar bem a escalação de três atacantes. A primeira chance apareceu aos nove minutos, após triangulação pelo lado esquerdo e o chute forte de Otero. A bola explodiu no travessão e levantou a galera.

O Cruzeiro demorava muito para sair da defesa, mesmo porque errava muitos passes mão conseguia sair da marcação atleticana. A sonolência foi castigado com o gol do rival aos 30 minutos.

Nova troca de passes pelo lado esquerdo e o levantamento perfeito de Fábio Santos. Na pequena área, Clayton surgiu sozinho e cabeceou no contrapé de Rafael. Este é seu décimo jogo como titular e seu primeiro gol.

RAPOSA ACORDA
Na sequência houve um momento de tensão. Após subir para cabecear junto com Otero, o capitão Henrique levou a pior, caiu de costas e batendo a cabeça no gramado. Ficou desacordado. A maca entrou em campo, mas logo o jogador estava de pé e pronto para a batalha.

Os últimos 15 minutos foram de domínio cruzeirense. A sua melhor chance foi incrível com Ábila, aos 41 minutos. Após jogada pelo lado esquerdo a bola saiu em diagonal e pegou a defesa desprevenida. Alguns pediram impedimento, mas Ábila entrou livre e em condições de jogo. De frente para Victor ele tentou deslocar e bateu para fora.

DUAS MUDANÇAS
Já nos vestiários o técnico Mano Menezes fez uma troca. Tirou o apagado Rafael Sobis – jogou? – para a entrada de Alisson. Aos 15 minutos ele fez outra mudança para melhorar seu poderio ofensivo, tirando Ariel Cabral para a entrada do atacante Élber.

Mas quem teve a primeira chance foi o Atlético, aos oito minutos. Após tabela no meio da defesa, a bola ficou com Junior Urso que chutou cruzado, mas para fora. Quase o castigo veio aos 21 minutos, quando Ábila desceu pelo lado esquerdo da área, avançou e deu de biquinho. A bola pegou no pé da trave de Victor, que deu sorte.

Mano Menezes mexeu bem no Cruzeiro, mas foi expulso por reclamação
Mano Menezes mexeu bem no Cruzeiro, mas foi expulso por reclamação

Marcelo Oliveira resolveu trocar também para ganhar fôlego. Colocou Gabriel e Cazares nos lugares, respectivamente, de Calos César e Robinho. Mas o Cruzeiro vinha melhor, mais agressivo e mais agudo. O empate parecia maduro. E saiu aos 30 minutos.

A jogada começou com Arascaeta no meio campo. Ele lançou élber pelo lado direito, que foi até a linha de fundo e lance para trás. Robinho apareceu em velocidade e acertou um chutaço. Tudo igual. Festa azul nas arquibancadas do Mineirão.

Depois disso o jogo se acalmou, ficando equilibrando. O Cruzeiro descia com mais perigo, mas o Atlético também chegava ao ataque. Aos 44 minutos o lateral Lucas recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando a Raposa com 10 jogadores. Era a senha para esfriar o jogo e segurar o placar. O técnico Mano Menezes reclamou e foi expulso também.

PRÓXIMOS JOGOS
O Atlético Mineiro no outro fim de semana vai enfrentar o Internacional, domingo, às 18h30, na Arena Independência. No meio da semana, quarta-feira, vai enfrentar a Ponte Preta pelas oitavas de final da Copa do brasil. O jogo será disputado em Campinas, porque na ida, no Mineirão, houve empate por 1 a 1.

O Cruzeiro só volta a campo no final de semana pelo Brasileirão, quando pega o vice-líder Flamengo, em Cariacica (ES), domingo, às 16 horas.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
18/09/2016
Horário
16h00
Local
Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Braulio da Silva Machado (SC)

Renda
R$ 1.423.271,00
Assistentes
Alex dos Santos (SC) e Jose Roberto Larroyd (SC)

Público
43.381 pagantes
Cartões Amarelos
Cruzeiro-MG: Lucas
Atlético-MG: Fábio Santos, Otero

Cartões Vermelhos
Cruzeiro-MG: Lucas
Gols
Cruzeiro-MG: Robinho 30' 2T
Atlético-MG: Clayton 30' 1T
Cruzeiro-MG
Rafael;
Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar;
Henrique (Denilson), Ariel Cabral (Élber), Arrascaeta e Robinho;
Rafael Sobis (Alisson) e Ábila.
Técnico: Mano Menezes
Atlético-MG
Victor;
Carlos César (Gabriel), Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos;
Rafael Carioca, Júnior Urso e Otero;
Robinho (Cazares), Fred (Lucas Pratto) e Clayton.
Técnico: Marcelo Oliveira