Série B: Brasil "esquece" tropeço em casa e mira reabilitação diante do Tupi

Apesar da derrota para o Criciúma, o Xavante continua entre os quatro melhores do campeonato

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 19 (AFI) - A derrota para o Criciúma, por 2 a 1, no Bento de Freitas, no último final de semana, não estava nos planos do Brasil de Pelotas, mas são águas passadas. A reapresentação do elenco aconteceu nesta segunda-feira e o pensamento entre todos era o mesmo: buscar a reabilitação contra o desesperado Tupi, no sábado, em Juiz de Fora, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

"Conseguimos sair na frente, mas infelizmente tomamos dois gols. Futebol é assim, temos uma semana para trabalhar até o jogo de sábado, que também vai ser muito difícil", comentou o lateral-direito Weldinho.

O Brasil de Pelotas vai em busca da reabilitação no sábado depois de ter perdido para o Criciúma - Carlos Insaurriaga/Brasil de Pelotas
O Brasil de Pelotas vai em busca da reabilitação no sábado depois de ter perdido para o Criciúma
Apesar do tropeço diante de seus torcedores, o Brasil de Pelotas se manteve no G4 da Série B, em terceiro lugar, com 40 pontos. A diferença para os times que estão fora do grupo de acesso, porém, diminuiu para um ponto. Por isso, uma vitória sobre o Tupi no sábado será de fundamental importância. O adversário é o 18º colocado e nesta segunda-feira anunciou a saída do técnico Estevam Soares.

"Desde o começo da Série B foi assim e vai ser até o final. Os detalhes definem quem está na ponta de cima ou na ponta de baixo. Não tem partida fácil", destacou Weldinho.

Restam apenas mais 12 rodadas para o fim da Série B e o Brasil de Pelotas sabe que não pode acumular tropeços seguidos se quiser continuar figurando entre os quatro melhores. Isso porque a diferença para o Ceará, oitavo colocado, é de apenas um ponto.