Série B: Bancado por Chedid, Marcelo Veiga tem baixas no Bragantino

O volante Gabriel Dias, suspenso, e o atacante Marcão, lesionado, estão de fora

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 23 (AFI) - Marcelo Veiga vai ficar no Bragantino até o final do Campeonato Brasileiro da Série B. Quem garante isso é o presidente Marco Antônio Chedid. Isso porque, depois das derrotas seguidas para Atlético-GO e Avaí, começaram as especulações sobre uma possível mudança na comissão técnica.

"O Marcelo Veiga não tem culpa e vai continuar até o fim. Ele é um treinador que conhece bem o clube e está trabalhando forte para nos tirar dessa situação", afirmou Chedid.

O técnico Marcelo Veiga está garantido pelo presidente do Bragantino até o fim da Série B - Jamira Furlani/Avaí FC
O técnico Marcelo Veiga está garantido pelo presidente do Bragantino até o fim da Série B
Contratado para o lugar de Toninho Cecílio, Marcelo Veiga comandou o Bragantino em 14 jogos até aqui na Série B, acumulando cinco vitórias, dois empates e sete derrotas. Na próxima segunda-feira, o treinador espera encerrar o jejum diante do Paysandu, às 20 horas, no Mangueirão, pela 27ª rodada.

Para essa partida, Veiga tem dois desfalques certos. O volante Gabriel Dias foi expulso na derrota para o Avaí e cumpre suspensão automática, enquanto o atacante Marcão sentiu uma contusão muscular em Florianópolis e está vetado pelo departamento médico.

Sem poder contar com Gabriel Dias e precisando do resultado positivo, o treinador deve escalar uma formação mais ofensiva, com o atacante Léo Jaime substituindo Gabriel Dias. No ataque, Rafael Grampolla entra no lugar de Marcão. A dúvida de Veiga está na defesa. Ednei e César Gaúcho brigam para ver quem será o companheiro de Diego Sacoman.

Na zona de rebaixamento, com 27 pontos, o Bragantino deve entrar em campo com a seguinte formação: Felipe; André Rocha, Ednei (César Gaúcho), Diego Sacoman e Bruno Pacheco; Edson Sitta, Watson e Alan Mineiro; Léo Jaime, Erick e Rafael Grampolla.