Jair Ventura admite risco de Botafogo ficar fora da Libertadores

Há quatro jogos sem vencer, treinador ressaltou que não pode ser cobrado casa a vaga não venha

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 21 - Em sexto lugar, com 55 pontos, dois a mais que o Grêmio, o Botafogo continua na zona de classificação à Libertadores apesar de ter perdido os últimos dois jogos e estar há quatro sem ganhar. O risco de ficar fora da competição continental, que parecia pequeno, agora já parece real. O técnico Jair Ventura, porém, evita tratar essa possibilidade como uma tragédia.

Em entrevista após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, domingo, ele foi questionado se ficaria um gosto amargo se a vaga na Libertadores não vier. E ele foi enfático.

"Não, porque em nenhum momento eu falei em Libertadores. Iria ficar um gosto amargo se a gente fosse rebaixado. Assumi o time na zona de rebaixamento, se fosse rebaixado iria ficar um gosto amargo. Meu primeiro objetivo era fazer os 46 pontos e nunca falei nada de diferente para vocês", disse aos jornalistas.

Jair Ventura ressaltou que não pode ser cobrado caso a vaga não venha (Foto: Divulgação / Botafogo)
Jair Ventura ressaltou que não pode ser cobrado caso a vaga não venha (Foto: Divulgação / Botafogo)

SEM ESSA!
Jair ressaltou que não pode ser cobrado se a vaga não vier.

"Em nenhum momento prometi a Libertadores. Nós tivemos um momento, que é difícil manter. Mas enquanto nós tivermos chances, o Botafogo vai lutar e vai fazer o máximo para levar o time mais alto possível na tabela. Não sei se vamos conseguir, mas vamos lutar. Isso todo mundo pode ter certeza", prometeu.

POSSIBILIDADES
Ajuda o fato de o sétimo colocado ser o Grêmio, que disputa a final da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, o quarto. Ou seja: a briga é contra a Chapecoense, que tem 52 e ainda está na semifinal da Copa Sul-Americana, podendo até criar um G8 no Brasileirão, e contra o Corinthians. O time paulista, com 51, enfrenta o Internacional nesta segunda.