Jair Ventura celebra fim da chance de queda e já mira 'lugar mais alto'

Apesar de exibir uma pretensão mais ambiciosa, Jair evitou citar a briga pelo título

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 13 - De um extremo ao outro. É assim que o técnico Jair Ventura encara a trajetória do Botafogo neste Brasileirão. Após vencer o Internacional por 1 a 0, na noite de quarta-feira, o treinador comemorou a conquista da pontuação que garante o time carioca na primeira divisão. E já estabeleceu uma meta mais ambiciosa no clube: "chegar ao mais alto possível na tabela".

"O primeiro objetivo foi alcançado, conseguimos nos livrar da ameaça do rebaixamento. Trabalho muito com objetivos, e o primeiro foi alcançado. Agora é continuar jogo a jogo tentando levar ao mais alto possível na tabela. O Botafogo é muito grande para pensar só em permanecer na Série A", disse o treinador.

Apesar de exibir uma pretensão mais ambiciosa, Jair evitou citar a briga pelo título. No quinto lugar, dentro do novo G6, o Botafogo está a 13 pontos do líder Palmeiras. "Vou jogo a jogo. Hoje estamos em quinto, se chegar a quarto é mais alto. E assim a gente vai", desconversou.

O técnico também se esquivou quando questionado sobre a possibilidade de "secar" os rivais. Neste caso, poderia torcer pelo rival Flamengo por uma vitória sobre o Fluminense, adversário direto do Botafogo para seguir dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores.

"Tem que torcer para ninguém, secar ninguém, não. É fazer a nossa parte. Hoje a gente está dentro, amanhã pode estar fora de novo. Não estou preocupado com isso, vamos jogo a jogo", pregou o treinador.

Em quinto lugar na tabela, o Botafogo soma 47 pontos, apenas um a mais que o Fluminense, em sexto. Atlético-PR e Corinthians, em sétimo e oitavo, respectivamente, têm ambos 45 e no momento são as maiores ameaças aos times cariocas no G6.