Série B: Guto Ferreira elogia vitória do Bahia e acredita no acesso: "Merecíamos"

Uma das mudanças feitas pelo comandante, no segundo tempo, foi a entrada do atacante Mário

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 21 (AFI) – Dois gols no primeiro tempo, boa vantagem na partida e mais de 45 mil torcedores a favor. No entanto, apesar do início muito bom, o Bahia levou o empate na Série B do Campeonato Brasileiro e só conquistou o resultado positivo, como em rodadas anteriores, nos minutos finais. Todos esses elementos da partida contra o Bragantino, na tarde deste sábado, foram temas da entrevista coletiva do técnico Guto Ferreira.

“Nós, no segundo tempo, chegamos muito na área deles e não finalizamos como deveríamos. Tivemos mais posse de bola, fomos mais agressivos e merecíamos o resultado positivo. Faltou um pouco de tranquilidade, reconheço, mas não faltou garra e vontade ao grupo”, respondeu.

Uma das mudanças feitas pelo comandante, no segundo tempo, foi a entrada do atacante Mário. O atleta, formado no Fazendão, passou por uma cirurgia no início da temporada e não jogava desde janeiro.

“Eu, antes desta decisão, consultei todos da comissão técnica. É um jogador que estava treinando muito bem, com atitude, e cometeu apenas um erro no jogo. Não só ele entrou bem. Todos os três que entraram foram bem e aumentaram a intensidade do jogo”, justificou.

DO CAMPO PARA OS MICROFONES

Autor de um dos gols do Tricolor de Aço, na tarde deste sábado, na Arena Fonte Nova, o atacante Hernane concedeu entrevista na beira do gramado e comemorou bastante o resultado positivo.

Apesar da emoção, com direito a gol nos minutos finais, o camisa 9 acredita que o resultado foi justo e dedicado ao torcedor.

“Fizemos o nosso papel de casa. Esquecemos os resultados do campeonato, já que tínhamos obrigação de vencer, e vencemos um jogo que o torcedor merecia. Temos que valorizar o resultado”, disse.

Outro que teve o pé calibrado na tarde foi o volante Luiz Antonio, autor de um gol e uma assistência. O camisa 8 reconheceu muita ansiedade do grupo, em contrapartida, ele ressaltou a importância de só depender do empate para subir.

“Foi um jogo complicado, com muitas dificuldades, e sofremos um pouco pela ansiedade. Foi um resultado importante demais e dependemos apenas do Bahia”, comentou.