Copa do Brasil: Com grupo muito jovem, Autuori lamenta eliminação do Atlético-PR

Treinador entende que o Furacão teve o jogo nas mãos, ele destacou que o elenco conta com muitos jogadores oriundos a base

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 22 (AFI) – A missão dentro da Arena do Grêmio era complicada, porém, o Atlético-PR devolveu o 1 a 0 do jogo de ida em Curitiba. Assim, a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil foi decidida nos pênaltis. Os gaúchos acabaram levando a melhor, o que não tirou o animo do técnico Paulo Autuori que entende como natural, levando em conta que o time conta com muitos jovens oriundos das categoriais de base do clube.

Após a eliminação, ele enalteceu seu grupo de comandados. O técnico, entretanto, lamentou não seguir na competição, ainda mais porque entende que o time teve a classificação em suas mãos.

Autuori destacou que os jovens do Atlético-PR estão em processo de amadurecimento
Autuori destacou que os jovens do Atlético-PR estão em processo de amadurecimento

“Eu não me frustro na vida, não há como. Quem é trabalhador não pode se frustrar. Fica triste, na bronca, mas não com raiva porque faz mal. Tivemos o jogo praticamente nas nossas mãos, mas esse é um grupo que está crescendo e é muito novo, a quantidade de jovens formados na base é muito grande. Nós vamos chegar ao fim do ano com um processo de maturidade desses jogadores”, disse na coletiva de imprensa após a partida.

SEQUÊNCIA
O técnico aproveitou para revelar que está tranquilo quanto a sua sequência no comando da equipe, pois, entende que a diretoria analisa o quadro geral e, está ciente do processo. Autuori prevê ainda que, na próxima temporada o time será muito forte, após, os jovens amadurecerem.

“Muitos deles (garotos) foram para cobrança dos pênaltis, e é exatamente isso, saber que isso é um processo e você só pode fazer isso quando o clube tem as ideias claras. Estou feliz hoje de trabalhar porque sei que o clube tem isso, que dá tranquilidade e continuidade. Temos que aproveitar o que é bem feito em casa, alguns jogadores novos estão aproveitando bastante, às vezes erram, é normal, e em outros momentos acertam, mas há a certeza de que vão, dentro desse processo, criar uma maturidade, acelerar o processo de maturação deles e ano que vem dar uma resposta bem diferente. Nós sabemos exatamente aquilo que temos que fazer para dar um salto de qualidade”,