Atlético-MG x Tijuana-MEX - Dia de terror no Horto?

Galo tenta chegar a uma inédita semifinal de Libertadores

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 29 (AFI) - O Atlético-MG e sua torcida quer fazer o Tijuana-MEX ter uma noite para esquecer nesta quinta-feira. Com direito a máscaras do Pânico, personage de terror dos cinemas, o Galo recebe o time mexicano, no Estádio do Independência, em Belo Horizonte, no jogo de volta das quartas-de-finais da Libertadores da América.

Na primeira partida, no México, o Tijuana chegou abrir 2 a 0 e estava construindo uma boa vantagem, mas o Galo mostrou força e conseguiu reagir com dois gols no segundo tempo, conquistando um empate por 2 a 2. Com isto, o Atlético pode empatar para classificar pelos gols marcados foram de casa.

Mas segurar o resultado não passa na cabeça de nenhum jogador, torcedor ou técnico. O Atlético-MG vai para cima e promete fazer um inferno. Para combinar com o bordão "Caiu no Horto, tá morto", a torcida esgotou as máscara do personagem Pânico para tocar o rival.

Caso a classificação venha, o Atlético-MG também pode fazer história e fazer a melhor campanha em competições internacionais. O Galo já igualou a marca do time de 2000, que foi eliminado nas quartas-de-final pelo Corinthians. As chances neste ano são maiores e o time de Cuca é favorito ao título.

Força máxima e confiança
Durante a última semana, Cuca optou por poupar jogadores durante treinamentos e partidas. Ronaldinho Gaúcho, recuperado de uma bolada no olho, e Richarlyson, que volta depois de duas partidas fora por uma inflamação na testa, serão as principais novidades. Desta forma, Cuca terá força máxima.

"O Tijuana é uma equipe boa, que marca bem, e a gente tem que ter cuidado, mas a gente sabe que, com a força da nossa torcida, pode conseguir a classificação", afirmou o atacante Diego Tardelli, um dos titulares do time mineiro. "É jogo complicado, mas temos uma vantagem grande que é jogar diante do nosso torcedor", admitiu o técnico Cuca.

Vai para cima
Em má fase no Campeonato Mexicano, o Tijuana mostrou que não vai bobear na disputa da Libertadores, tanto é que o time desembarcou no último domingo no Brasil para iniciar as preparações para o duelo desta quinta-feira. Desde então, os mexicanos vem treinando.

Sem muito o que mexer, o técnico Antonio Mohamed procurou dar moral e manter a confiança. O treinador lembrou o resultado contra o Palmeiras nas oitavas-de-final, na qual os mexicanos estavam em desvantagem, mas conseguiram ficar com a vaga ao vencerem por 2 a 1, em pleno Estádio do Pacaembu.

Ficha Técnica

Fase
Quartas-de-final
Rodada
2ª rodada
Data
30/05/2013
Horário
22h00
Local
Arena Independência, em - Belo Horizonte (MG) (MG)
Árbitro
Patricio Polic-CHI

Renda
R$ 1.771,875
Assistentes
Juan Maturana-CHI e Raul Orellana-CHI

Público
20.988 pagantes
Atlético-BRA
Victor;
Marcos Rocha (Josué), Leonardo Silva, Réver e Richarlyson;
Pierre, Leandro Donizete, Diego Tardelli, Ronaldinho e Bernard (Luan);
Jô (Alecsandro).
Técnico: Cuca
Tijuana-MEX
Cirilo Saucedo;
Juan Carlos Nuñez, Javier Gandolfi, Pablo Aguilar e Edgar Castillo;
Oliver Ortíz (Fidel Martinez), Cristian Pellerano, Fernando Arce e Richard Ruiz (Marquez);
Duvier Riascos e Moreno (Bruno Piceno).
Técnico: Antonio Mohamed