Série B: Na cola do líder, Marcelo Cabo pede pés no chão ao elenco do Atlético-GO

Invicto há oito jogos, o Dragão entra em campo neste sábado, contra o Paraná, no Serra Dourada

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 16 (AFI) - O Atlético-GO caminha a passos largos rumo ao acesso à elite do Campeonato Brasileiro, mas ainda faltam 13 rodadas para o final da Série B e o técnico Marcelo Cabo tenta evitar o clima de oba-oba no elenco rubronegro. Por isso, a ordem é manter os pés no chão e pensar jogo a jogo.

"A euforia e o oba-oba nós temos que deixar do lado de fora. Nós temos que estar focados e com os pés no chão, continuar fazendo o que fizemos até aqui. A primeira meta era chegar aos 45 pontos e já conseguimos. Agora é o acesso", afirmou o treinador.

O técnico Marcelo Cabo pediu para os jogadores evitarem o clima de oba-oba da torcida
O técnico Marcelo Cabo pediu para os jogadores evitarem o clima de oba-oba da torcida
Na vice-liderança com 45 pontos, o Dragão defende uma invencibilidade de oito jogos - quatro vitórias e quatro empates - na Série B neste sábado, quando recebe o Paraná, às 16 horas, no Serra Dourada, pela 26ª rodada. A última derrota foi no dia 23 de julho, quando perdeu para o Tupi, por 1 a 0, em Juiz de Fora.

Para essa partida, Marcelo Cabo não vai poder contar com o lateral-direito Matheus Ribeiro e o meia Gilsilinho, que receberam o terceiro cartão amarelo contra o Bragantino. Eles serão substituídos por Jonathan e Marquinho, respectivamente. Por outro lado, o zagueiro Lino se recuperou de um desgaste muscular e o lateral-esquerdo Romário volta após cumprir suspensão automática.

O Dragão deve entrar em campo com Kléver; Jonathan, Lino, Marllon e Romário; Pedro Bambu, Michel, Magno Cruz, Jorginho e Marquinho; Júnior Viçosa.