Enderson Moreira lamenta pouca efetividade do ataque do América-MG

Apesar da derrota por 3 a 0 no clássico, o treinador entende que o Coelho jogou de igual para igual com o Atlético-MG

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 14 (AFI) - A derrota do América-MG no clássico contra o Atlético-MG desta quinta,13, no Mineirão, foi "muito doída" para o técnico Enderson Moreira, principalmente pelo placar de 3 a 0. Analisando o jogo, o treinador enfatizou que o resultado não refletiu nem um pouco o futebol apresentado pelas equipes. As chances criadas e desperdiçadas pelo ataque americano, pelo menos em cinco oportunidades, mostram que o time jogou bem mais que nas partidas anteriores, mas faltou eficiência nas finalizações.

"Quem não viu o jogo e olha o placar parece que foi um jogo muito diferente do que realmente foi. Foi um jogo no qual nós criamos muitas situações, tivemos oportunidades claríssimas. Talvez mais claras até mesmo do que o Atlético-MG. Mas, infelizmente, nós não conseguimos transformar essas oportunidades em gol”, analisa, em entrevista coletiva após a partida.

Enderson Moreira lamentou muito as chances de gols perdidos no clássico (Foto: Carlos Cruz/ América-MG)
Enderson Moreira lamentou muito as chances de gols perdidos no clássico (Foto: Carlos Cruz/ América-MG)

POUCA EFETIVIDADE
Enderson afirmou que as falhas no ataque, em momentos decisivos do clássico, poderiam ter mudado a história da partida, se fossem bem aproveitadas.

O treinador entende que a equipe americana jogou de igual para igual contra um postulante ao título e lamentou que o preço a ser pago pelos gols perdidos tenha sido o placar adverso de 3 a 0.

“Acho que nós falhamos ofensivamente em situações que poderiam nos dar a oportunidade de sair com outro resultado. O placar hoje não condiz com absolutamente nada do que foi o jogo. Quem viu o jogo percebeu o que o América criou contra o Atlético, um time que está disputando título. Não fico satisfeito porque futebol é resultado. Mas vi uma equipe que brigou o tempo todo, que criou e jogou de igual para igual contra o Atlético sem um pingo de receio de tentar buscar o resultado. Talvez isso tenha feito a gente ter pago um preço caro pelo placar”.

“Infelizmente, hoje, acabamos sofrendo três gols. Tivemos várias oportunidades e acho que, no primeiro tempo, tivemos um número maior de finalizações da nossa equipe em cima do Atlético. Situações claras. Mas, infelizmente, não conseguimos transformar isso em gol. A gente lamenta, mas faz parte do jogo”, conclui.

SEM DESCANSO
Os jogadores americanos se reapresentam no CT Lanna Drumond já nesta sexta-feira (14/10), no período da tarde, quando iniciam a preparação para o próximo desafio no Campeonato Brasileiro. No domingo (16/10), o Coelho encara o Corinthians, fora de casa, na Arena Corinthians, em São Paulo, às 18h30.