Alemão: Wolfsburg demite técnico após início ruim na temporada

Dieter Hecking conseguiu apenas uma vitória e seis pontos somados em sete partidas neste início de Campeonato Alemão

por Agência Estado

São Paulo, Sp, 17 - A diretoria do Wolfsburg anunciou nesta segunda-feira a saída do técnico Dieter Hecking depois de um início ruim de temporada do clube no Campeonato Alemão, com apenas uma vitória e seis pontos somados em sete partidas disputadas.

O clube disse que a decisão foi tomada "por mútuo acordo" na sequência de uma reunião entre Hecking e o diretor Klaus Allofs nesta segunda-feira, um dia depois da derrota por 1 a 0 para o Red Bull Leipzig, recém-promovido e surpresa deste início do Campeonato Alemão.
Wolfsburg anunciou nesta segunda-feira a saída do técnico Dieter Hecking
Wolfsburg anunciou nesta segunda-feira a saída do técnico Dieter Hecking

Valérien Ismaël, treinador da equipa B do Wolfsburg, assumirá interinamente o comando do time, disse a diretoria. Ismaël é um ex-jogador com passagens por Werder Bremen e Bayern de Munique.

O Wolfsburg começou a temporada com um elenco reformulado e a ambição de se classificar para uma competição europeia. Mas o clube está apenas em 14º lugar depois de sete rodadas, apesar de ter realizado contratações de peso, como a do atacante Mario Gomez.

"Apesar das grandes partidas na Liga dos Campeões, não nos classificamos para uma competição internacional na última temporada", disse Allofs em um comunicado. "E a reformulação da equipe não produziu os resultados que esperávamos. Depois das últimas performances decepcionantes, decidimos dar à equipe um novo impulso, mudando o treinador", acrescentou.

Hecking disse que estava "naturalmente decepcionado". Ele assumiu o Wolfsburg pouco antes do Natal de 2012. Em 2015, o Wolfsburg ganhou a Copa da Alemanha e terminou em segundo lugar, atrás do Bayern de Munique, no Campeonato Alemão, tendo aplicado uma goleada de 4 a 1 sobre os campeões. O time atingiu as quartas de final da Liga dos Campeões na última temporada, perdendo para o campeão Real Madrid.

Com a sua saída, Hecking é o terceiro treinador a perder o emprego nesta temporada no Campeonato Alemão. As outras quedas foram de Viktor Skripnik, no Werder Bremen e de Bruno Labbadia, no Hamburgo.