Série C: Autor do gol do acesso, meia do ABC agradece mentor Lúcio Flávio

Erivélton ressaltou a importância do capitão abecedista para a sua evolução dentro de campo

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 19 (AFI) - A campanha do ABC na Série C do Brasileiro está recheada de personagens, cada um com sua. Dois deles dialogam como mestre e aprendiz: o experiente meia Lúcio Flávio, de 37 anos, principal nome da goleada por 4 a 0 sobre o Guarani no primeiro jogo da semifinal, e o também meia Erivélton, de 24 anos, autor do gol do acesso diante do Botafogo-SP.

Formado nas categorias de base do ABC, Erivélton demoru para se firmar no time e rodo bastante jogando pro empréstimo em times menores. Porém, desde a chegada do técnico Geninho, ganhou espaço no time abecedista. Além da confiança do treinador, o meia aponta o apoio do capitão Lúcio Flávio como um dos principais motivadores.

"O Lúcio Flávio é um cara espetacular, um jogador muito experiente e humilde. Me ajuda muito dentro de campo, conversa muito fora dele, assim como com outros jogadores mais jovens. Eu sempre acompanhei o trabalho dele, desde que eu era mais novo, e é uma felicidade enorme poder jogar ao lado dele e escutando os conselhos dele. Eu tenho certeza que isso vai me ajudar ainda mais futuramente. Ele é o nosso capitão, um cara que ajuda a todo o grupo e nós todos só temos a agradecê-lo por fazer parte do nosso clube", disse o jogador.

Erivélton fez o gol do acesso do ABC. (Foto: Frankie Marcone / ABC FC)
Erivélton fez o gol do acesso do ABC. (Foto: Frankie Marcone / ABC FC)
Agora, o Mais Querido se prepara para enfrentar o Guarani pela rodada de volta das quartas de final, em jogo marcado para as 21 horas deste domingo, no Brinco de Ouro. O time potiguar pode perder por até 3 a 0 que ainda assim se classifica. Além disso, qualquer gol que marcar fora de casa obriga o Bugre a marcar mais de cinco gols para tentar a classificação.

"A gente fez um bom jogo em casa, jogando muito forte do começo ao fim. Construímos um excelente resultado, mas vamos para um segundo jogo difícil. Vamos respeitar o Guarani, que tem uma boa equipe, mas o nosso time pode chegar lá (em Campinas) e fazer uma boa apresentação, para sair mais uma vez com a vitória e com a classificação tão esperada para a final", afirmou.