Copa da Liga: Vitória de Setúbal bate Sporting em jogo que teve de tudo em Portugal

A prtida ficou marcada até por uma intervenção policial para proteger a arbitragem

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 04 (AFI) - A tarde desta quarta-feira ficará marcada na memória da torcida do Vitória de Setúbal. A suada vitória por 2 a 1 sobre o Sporting, em casa, obtida no último minuto de jogo após um pênalti polêmico, com direito a entrada da polícia no gramado para proteger o trio de arbitragem, garantiu o clube na semifinal da Copa da Liga. Já os Leões foram eliminados e saíram de campo revoltados com o juiz.

Os gols dos anfitriões foram marcados pelos portugueses Frederico Venâncio, aos 19 minutos de jogo, e Edinho, de pênalti, nos acréscimos do confronto. Os visitantes descontaram com o brasileiro Elias, que balançou as redes aos 34 minutos do segundo tempo.

Além do ex-corintiano, outros três brasileiros participaram da partida. Pelo Setúbal, o meia Nenê Bonilha, que também já defendeu o Timão, entrou no início da segunda etapa. Pelos visitantes, o zagueiro Jeferson foi titular e o centroavante André atuou nos últimos 15 minutos do duelo.

Feliz pelo resultado, Nenê Bonilha falou sobre o jogo. “Nós sabíamos que a partida seria muito complicada porque o Sporting é um dos grandes clubes de Portugal, está brigando pelas primeiras colocações na Liga e tinha a vantagem do empate, mas jamais deixamos de acreditar na vaga. Lutamos até o último minuto e marcamos no finalzinho. Todo mundo está de parabéns”, comemorou o camisa 8, que chegou ao clube Sadino no início da temporada.

Após a heroica classificação na Copa da Liga, o Vitória de Setúbal volta as atenções para o Campeonato Português. No próximo domingo, a equipe visita o Boa Vista, pela 16ª rodada. Com 19 pontos, o clube ocupa a nona colocação na tabela.

Nenê Bonilha está em seu segundo ano em Portugal. Após defender o Nacional da Ilha da Madeira na temporada 2015/16, onde jogou 30 partidas e marcou um gol, o meia foi contratado pelo Vitória de Setúbal em julho de 2016. Pela nova equipe, o brasileiro já atuou 13 vezes.