Na Suíça, FENAPAF participa do prêmio The Best, da Fifa

Presidente da FENAPAF, Felipe Augusto Leite se encontrou com o presidente da FIFA, Gianni Infantino

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 - A Fenapaf esteve presente em Zurich, na Suíça, na noite desta segunda-feira, participando do evento The Best. Na oportunidade, foram consagrados os melhores do ano 2016 nas categorias; técnicos, jogadores, gol mais bonito e torcida. O presidente Felipe Augusto Leite agradeceu o convite do presidente da FIFA, Gianni Infantino:

"Foi um grandíssimo evento de confraternização e valorização do futebol mundial. Agradeço o presidente Infantino pelo convite e reitero o compromisso de fortalecer as relações institucionais entre Fenapaf e FIFA.

O favoritismo de CR7 se confirmou na festa de gala da Fifa, realizada nesta segunda-feira, em Zurique: Cristiano Ronaldo superou Messi e Griezmann para receber o prêmio de melhor jogador do mundo em 2016.

O Brasil saiu de mãos abanando. No Prêmio Puskás, o malaio Mohd Faiz Subri desbancou Marlone e levou o troféu de gol mais bonito.

Entre as mulheres, a americana Carli Lloyd superou Marta como melhor jogadora do ano.

A cerimônia em Zurique teve homenagens a Carlos Alberto Torres e Johan Cruyff, falecidos no ano passado, e à Chapecoense, que sofreu um acidente de avião que vitimou 71 pessoas, entre elas jogadores, comissão técnica e dirigentes do clube brasileiro, além de jornalistas. O Atlético Nacional, de Medellín, ganhou o prêmio Fair Play.

O Real Madrid dominou a seleção de 2016 da Fifa/FIFPro, com cinco jogadores. Apenas dois atletas – Neuer e Daniel Alves – atuam fora da Espanha. O Brasil marcou presença com os dois laterais: Dani Alves na direita e Marcelo na esquerda.

O ‘time dos sonhos’ do ano passado tem Neuer (Bayern), Daniel Alves (Juventus), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Modric (Real Madrid), Kroos (Real Madrid) e Iniesta (Barcelona); Messi (Barcelona), Suárez (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

O italiano Claudio Ranieri, que conduziu o Leicester ao surpreendente título de campeão inglês, levou o prêmio de melhor técnico de 2016. Entre as mulheres, Silvia Neid, da seleção da Alemanha, foi a vencedora.