Torcedor da Juventus é esfaqueado em briga com torcedores do Sevilla

A polícia informou que o homem, cuja identidade não foi revelada e aparentemente é de nacionalidade italiana

por Agência Estado

São Paulo, SP, 22 - O confronto entre Sevilla e Juventus começou fora de campo de forma negativa antes da partida, que está marcada para começar às 17h45 (de Brasília) desta terça-feira, pela Liga dos Campeões da Europa. Uma confusão entre torcedores dos dois clubes aconteceu na última noite de segunda, na Espanha.

Aos gritos de "hooligans Sevilla", um grupo invadiu um restaurante no centro da cidade espanhola para agredir seguidores do clube italiano que estavam no local. Após o episódio de violência, autoridades espanholas confirmaram que um homem de 25 anos foi esfaqueado durante o conflito ocorrido em um bar que fica no centro de Sevilha.

A polícia informou que o homem, cuja identidade não foi revelada e aparentemente é de nacionalidade italiana, foi hospitalizado por causa do ferimento, mas está em condição estável e não corre risco de morte.

Pelo menos outras duas pessoas sofreram lesões menores na briga ocorrida na noite desta segunda-feira, sendo que a polícia precisou entrar em ação para encerrar o conflito. Nenhuma prisão de torcedores, porém, foi feita no momento do entrevero.

Após o episódio, o Sevilla se manifestou por meio do seu site oficial. "O Sevilla expressa a mais enérgica repulsa e condenação aos lamentáveis fatos protagonizados por supostos torcedores 'sevillistas' ao participar de uma grave briga com torcedores da Juventus. Trabalhamos com esforço para ter um lugar entre os grandes da Europa e não podemos permitir que incidentes como esse manchem a imagem de um clube com mais de 125 anos de idade, que vive agora, felizmente, um dos momentos mais brilhantes de sua longa história", ressaltou o clube.

As duas equipes brigam pela liderança do Grupo H na Liga dos Campeões. Até o momento, a competição conta com quatro rodadas disputadas nesta fase de grupos. Os espanhóis lideram somando 10 pontos, enquanto os italianos aparecem na segunda posição com dois pontos a menos.

Mais de 800 agentes de seguranças são esperados para trabalhar nesta terça-feira no jogo entre Sevilla e Juventus, que ocorrerá no estádio Ramon Sanchez-Pizjuan.