Ídolo do Liverpool, Gerrard anuncia aposentadoria após passagem na MLS

Aos 36 anos, o agora ex-volante fez questão de agradecer pelo apoio que recebeu dos torcedores

por Agência Estado

São Paulo, SP, 24 - Uma semana após anunciar o fim de sua aventura na MLS, liga de futebol dos Estados Unidos, onde defendeu o Los Angeles Galaxy por uma temporada, Steven Gerrard confirmou sua aposentadoria nesta quinta-feira. Em 19 anos de carreira, o meio-campista inglês ganhou destaque no Liverpool, no qual vestiu a camisa por 17 temporadas.

"Após especulações recentes na imprensa sobre meu futuro, eu posso confirmar minha aposentadoria do futebol profissional. Eu sou muito agradecido por ter uma carreira como eu tive e isso não seria possível sem o apoio de tantas pessoas", disse o jogador em comunicado.

Aos 36 anos, o agora ex-volante fez questão de agradecer pelo apoio que recebeu dos torcedores. "Obrigado aos incríveis fãs do Liverpool, Inglaterra e Galaxy, pelo grande apoio. Sua lealdade significou muito. Quando fiz minha estreia contra o Blackburn, nunca poderia ter imaginado o que vinha em seguida", ressaltou.

Foi no Liverpool que Gerrard ganhou projeção no futebol mundial. Desde sua estreia em 1998 até 2015, foram 182 gols em 696 partidas oficiais. Neste período, ele ganhou a Liga dos Campeões da Europa (na temporada 2004/2005), a Copa da Uefa (2000/2001) - atual Liga Europa - , a Copa da Inglaterra (2000/2001 e 2005/2006) e a Copa da Liga Inglesa (2000/2001, 2002/2003 e 2011/2012) pelo clube.

"Como adolescente, eu realizei meu sonho de infância de vestir a famosa camisa vermelha do Liverpool, e quando estreei contra o Blackburn, em novembro de 1998, eu jamais poderia ter imaginado o que ocorreria nos 18 anos seguintes. Tenho orgulho de ter jogado mais de 700 jogos pelo Liverpool, vários deles como capitão, e por ter feito minha parte em ajudar a trazer ao clube grandes títulos de volta ao Anfield (Road), nenhum deles maior do que aquela noite famosa em Istambul (final da Liga dos Campeões de 2004/2005)", lembrou o jogador.

Gerrard também teve destaque pela seleção inglesa, que deixou de defender em 2014. Capitão da equipe nacional em 38 oportunidades, ele fez 114 partidas, marcou 21 gols e atuou em três Copas do Mundo, sendo a última delas no Brasil, em 2014.

"A nível internacional, eu me sinto privilegiado por ter jogado 114 vezes pela Inglaterra e por ter tido a honra de ser o capitão do meu país. E sempre vou olhar para trás com grande orgulho a cada vez que eu vesti a camisa da Inglaterra", disse.

FUTURO

Especulado para assumir o comando do modesto Milton Keynes Dons, da terceira divisão inglesa, Gerrard ainda não sabe qual função exercerá, mas garante que continuará ligado ao futebol. "Estou empolgado sobre o futuro e sinto que ainda tenho muito a oferecer ao esporte, em qualquer capacidade possa ser. Estou atualmente tomando um tempo e considerando um número de opções. Farei um anúncio referente à próxima fase da minha carreira muito em breve", afirmou.