Italiano: Exames apontam fratura parcial e Daniel Alves desfalca Juventus

A imprensa especulava que o jogador ficaria quatro meses afastado, mas o tempo de recuperação é de 45 dias

por Agência Estado

São Paulo, SP, 28 - O lateral Daniel Alves deverá ficar um mês e meio afastado do futebol. Foi isso que revelou sua assessoria após o jogador ser submetido a novos exames nesta segunda-feira, na Itália. No último domingo, ele havia sofrido uma fratura na fíbula na derrota da Juventus por 3 a 1 para o Genoa, pelo Campeonato Italiano.

Segundo a assessoria do jogador, os exames desta segunda-feira apontaram uma fratura apenas parcial. Com isso, ao invés de até quatro meses afastado, como especulava a imprensa local, Daniel Alves ficará cerca de 45 dias longe de ação.

Daniel Alves agradeceu o carinho dos torcedores e disse que volta logo
Daniel Alves agradeceu o carinho dos torcedores e disse que volta logo
"Obrigado a todos pelas mensagens de apoio e carinho. Infelizmente nossa profissão é de risco e acontecem este tipo de acidente. Gostaria também de esclarecer a todos os meus amigos e familiares que não é tão grave. Pronto estarei de volta como sempre, vivendo minha profissão com a entrega que me levou a conseguir uma carreira sólida e de muitos êxitos. Não sei vivê-la de outra maneira", escreveu o jogador em sua página no Instagram.

Antes da confirmação da assessoria, a Juventus havia informado apenas que Daniel Alves tinha sido submetido a exames. Em relação ao tempo previsto de afastamento, explicou que seria "definido com base nas evoluções clínicas e radiográficas que serão monitoradas nos próximos dias".

Na mesma partida, a Juventus perdeu por lesão o zagueiro Bonucci, e sobre ele o clube fez um prognóstico mais detalhado. A expectativa é que o jogador fique de um mês e meio a dois meses longe dos gramados por conta de um grave problema muscular na coxa esquerda.