Após atrasos, Putin garante estádio pronto para Copa das Confederações

Putin e Infantino conversaram em evento oficial de preparação para a Copa das Confederações, nesta sexta, num encontro no Kremlin

por Agência Estado

São Paulo, SP, 25 - Apesar dos seguidos atrasos e contratempos, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, garantiu nesta sexta-feira que o estádio de São Petersburgo ficará pronto a tempo de receber partidas da Copa das Confederações, no próximo ano. A arena se tornou uma das maiores preocupações da Fifa na preparação russa para sediar a Copa de 2018.

"É uma história muito lamentável", disse Putin, referindo-se aos atrasos, aumentos de custos, problemas técnicos e mortes de operários durante a construção do estádio. "Os trabalhadores prometeram consertar tudo até o fim do ano", afirmou o presidente da Rússia, dirigindo-se ao presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Putin e Infantino conversaram em evento oficial de preparação para a Copa das Confederações, nesta sexta, num encontro no Kremlin. Pela programação inicial da competição, a final será disputada no estádio de São Petersburgo, no dia 2 de julho. A arena também receberá uma das semifinais da Copa de 2018.

Com capacidade para receber 69 mil torcedores, o estádio sofre com atrasos de quase uma década. Foram tantos os escândalos envolvendo a arena que o primeiro-ministro Dmitry Medvedev disse que o estádio era motivo de "vergonha".

Na semana passada, um representante local do governo foi preso sob suspeita de ter embolsado 50 milhões de rublos (cerca de R$ 2,6 milhões) num contrato de fornecimento de telões para o estádio. De acordo com autoridades municipais, o estrago pode ter superado os US$ 10 milhões (R$ 34 milhões).