Fifa proíbe shows em estádios russos dois meses antes do início da Copa de 2018

A decisão foi apresentada com a publicação da atualização do regulamento do torneio

por Agência Estado

Campinas, SP, 17 - A Fifa proibiu nesta segunda-feira a realização de shows musicais nos estádios que serão palco da Copa do Mundo de 2018 nas semanas que antecederão o início do torneio na Rússia. A decisão foi apresentada com a publicação da atualização do regulamento do torneio.

A entidade aprovou uma regra que "para garantir que o campo de jogo seja da mais alta qualidade, ele não deve ser usado para um evento que não seja de futebol" nos dois meses antes do primeiro jogo no estádio pelo torneio. A Fifa também destaca que exige "aprovação prévia explícita" para as exceções.

A Fifa disse nesta segunda-feira a regra mais rigorosa se deu em razão do uso excessivo dos estádios e locais de treinamento no Brasil antes da Copa do Mundo de 2014. Mas também ocorre após problemas na Eurocopa deste ano, realizada na França.

Um show da banda de rock AC/DC, um mês antes do torneio, em Marselha foi citado pelo técnico da seleção da França, Didier Deschamps, como razão para os problemas no gramado do Velodrome.

A Fifa também definiu que poderá vetar jogos nos 12 estádios russos, além de CTs e outros locais de treinamentos um mês antes do início da próxima edição da Copa do Mundo.

Em uma mudança menor nas regras em comparação com o torneio de 2014, a Fifa exige que as seleções possuam uniformes extras para os goleiros sem nomes ou números impressos para as raras situações em que jogadores de linha precisam ir para o gol.

As novas regras também não exigem que o presidente da Fifa esteja presente na entrega do troféu da Copa do Mundo para o capitão vencedor.