Museu da Fifa mostra relíquias do futebol brasileiro e da Copa de 2014

Em uma sala de 250 metros quadrados estarão expostas 300 fotografias e 73 peças exclusivas

por Agência Estado

Campinas, SP, 20 - A Fifa abre nesta quarta-feira, em seu museu localizado em Zurique, na Suíça, uma exposição especial para recordar a Copa do Mundo de 2014 e contar a história do futebol brasileiro. A mostra ficará aberta até 19 de fevereiro de 2017 e possui objetos, imagens e vídeos exclusivos.

Em uma sala de 250 metros quadrados estarão expostas 300 fotografias, 73 peças exclusivas, incluindo 51 coletadas no Brasil durante a Copa do Mundo, como objetos originais de Philipp Lahm, Mascherano, Van Persie, James Rodríguez e Miroslav Klose.

"O Brasil possui uma cultura de futebol forte e marcante, com mais de 100 anos", explicou Stefan Jost, diretor do museu da Fifa. "Essa longa história também constitui uma parte importante da exposição especial."

ITENS HISTÓRICOS
A diversidade do futebol brasileiro é descrita em sete capítulos. São relembradas lendas como Arthur Friedenreich e a Copa do Mundo de 1950, por exemplo. Entre os itens históricos estão a bola do último gol de Pelé pela seleção brasileira, em 1971, contra a Áustria, as camisas usadas por Cafu e Zico nas Copas de 2002 e 1986, respectivamente, e as flâmulas da histórica derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha em 2014.

O Museu da Fifa em Zurique, na Suíça, ocupa uma área de 3.000 metros quadrados, divididos em três andares. O museu tem ainda espaço aberto ao público com loja, bar e cafeteria. O projeto é assinado por um escritório de arquitetura de Berlim, também responsável pela construção do museu da Federação Alemã de Futebol, em Dortmund.