Ex-técnico do Fortaleza, Heriberto da Cunha analisa propostas para 2017

"Estamos aguardando algo que seja interessante e que possamos estudar com carinhos as propostas que venha até a mim”, disse

por Grande Área - Campinas

Campinas, SP, 06 (AFI) - Os campeonatos estaduais de 2017 já tiveram seu inicio, o Pernambucano começou nessa última quarta-feira (04) e Paraibano dará sua largada neste próximo sábado (07). Com algumas indefinições de alguns clubes quanto a contratação de seus comandantes, o técnico Heriberto da Cunha ainda aguarda alguma proposta visando bom trabalho.

O treinador, que tem passagens por vários clubes, foi sondado recentemente por clubes de Minas Gerais que irão disputar o Módulo II do Campeonato Mineiro, mas as conversas ainda não avançaram e espera nos próximos dias definir sua situação.

“Estamos no mercado analisando algumas situações visando a temporada 2017 mesmo sabendo que a maioria dos clubes já definiram seus treinadores para os estaduais. Estamos aguardando algo que seja interessante e que possamos estudar com carinhos as propostas que venha até a mim”, disse Heriberto da Cunha.

EXPERIENTE
Com passagem por mais de 20 clubes no futebol brasileiro, o técnico Heriberto da Cunha vem de um acesso à Série B do Brasileiro em 2013 com o Vila Nova-GO, além de dirigir clubes como CSA-AL, Sport-PE em duas ocasiões, Naútico-PE, Atlético-PR, Portuguesa Desportos, Gama-DF, América de Natal, Figueirense-SC, Ceará-CE, Fortaleza-CE, América-SP, Grêmio Barueri, ABC-RN, Brasiliense-DF, Anapolina-GO, Itumbiara-GO, ASA-AL, CRB-AL, Vila Nova-GO. Também teve passagens por São Paulo, Corinthians, Atlético Mineiro e Guarani, como auxiliar técnico no início de carreira de treinador.

Além do acesso com o Vila Nova-GO, o treinador também levou o América de Natal, em 2006, à Série A do Brasileiro. Foi campeão cearense com o Fortaleza em 2008, vice-campeão candango com o Gama em 2011, vice-campeão alagoano com o Asa em 2012 e eleito o melhor técnico da competição. Como auxiliar técnico foi campeão paulista em 1998 com o técnico Nelsinho Baptista, no São Paulo, campeão mineiro e vice-campeão brasileiro de 1999, com técnico Dário Pereira, no Atlético Mineiro.