Relatório de Romário mostra que Ronaldo tentou negociar patrocínio com a CBF

Documento aponta que o artilheiro do mundial de 2002 tentou fazer um arranjo entre a entidade e a Sony

por Agência Estado

Brasília, DF, 24 - O senador Romário (PSB-RJ) apresentou nesta quarta-feira na CPI do Futebol, em Brasília, um relatório em que aborda o antigo companheiro de ataque na Seleção Brasileira. O texto escrito pelo senador, em conjunto com o colega Randolfe Rodrigues (Rede-AP), mostra troca de e-mails em 2012 com a tentativa de Ronaldo atuar como intermediário da CBF em duas negociações de patrocínio.

Segundo o documento, o ex-atacante, que atuava na época como membro do Comitê Organizador da Copa de 2014, enviou mensagem para o então vice-presidente da CBF, Marco Polo del Nero. O artilheiro do Mundial de 2002 tentou fazer um arranjo de patrocínio entre a entidade e a Sony, além de se oferecer para contribuir na busca de uma nova sede para a CBF.

Segundo relatório de Romário, Ronaldo teria tentado arrumar patrocínio para CBF (Foto: Getty Images)
Segundo relatório de Romário, Ronaldo teria tentado arrumar patrocínio para CBF (Foto: Getty Images)
No relatório de mais de 1.024 páginas, a referência à conversa está na página 84. "Apareceu um negócio que acho que pode interessar como nova sede da CBF. Outra coisa, a Sony voltou a nos contactar reafirmando o interesse do patrocínio da CBF. Vocês fecharam alguma marca nesse setor? Posso avançar com eles? Qual seria o valor pra fechar o negócio?", escreveu Ronaldo.

NADA A VER!
Del Nero respondeu que tanto o patrocínio quanto a busca por outra sede não interessavam à CBF.

"Trata-se exatamente do mesmo imóvel que a Comissão de Compras da CBF está procurando comprar. Inclusive há carta de intenção de compra junto ao corretor. Agora entrou um outro imóvel que a Comissão vai olhar e também eu", respondeu. A nova sede da entidade fica na Barra da Tijuca.

O dirigente também recusou a oferta por ajuda com o contrato de patrocínio. "Sobre o caso da Sony, ainda estamos negociando com outra empresa com valor bem superior ao proposto por você. Mas as negociações ainda não terminaram", afirmou. A CBF acabou por assinar contrato com a Samsung. O vínculo foi rescindido pela empresa na semana passada.