Gama não apoia única chapa inscrita para comandar a Federação do Distrito Federal

Erivaldo Alvesv deve ser oficializado em 1º de outubro como novo presidente da instituição, CBF irá ajudar afiliada com recursos

por Sérgio Porto - Brasília

Ceilândia, DF, 22 (AFI) - O futebol do Distrito Federal precisa urgentemente de uma reviravolta. Os clubes profissionais que disputam a competição da capital do Brasil estão em férias forçadas até o início do Candangão 2017.

Equipes que já atuaram em competições nacionais caso do Gama, Brasiliense, Brasília, Sobradinho, Luziânia, Formosa, Dom Pedro, Paranoá estão em compasso de espera para o ano de 2017. Gama e Brasiliense chegaram a disputar a elite do nosso futebol.

Conforme o Edital publicado pela Federação de Futebol do Distrito Federal, as inscrições para chapas que disputariam a eleição para a presidência da instituição tiveram até a manhã da última quarta, 21, para inscreverem seus candidatos . Porém, somente a chapa Seguir em Frente que tem como candidato único à presidência, Erivaldo Alves, com os seus vices Daniel Vasconcelos (presidente do Luziânia) e Lourival Moreira (representante do Planaltina Esporte Clube) foram habilitados à participarem do pleito.

Erivaldo Alves com seus vice presidentes (Foto: FFDF)
Erivaldo Alves com seus vice presidentes (Foto: FFDF)

GAMA NÃO APOIOU
A chapa Seguir em Frente não teve o apoio do Gama e do Capital. O presidente do Gama, Antonio Alves do Nascimento explicou que não apoiou esta chapa pois tinha a expectativa do apoio a Miguel Peres, que acabou não participando do pleito.

A eleição que oficializará Erivaldo Alves como presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal será dia 1º de outubro deste ano. Neymar Frota que é Diretor de Esportes da Federação disse que: “Vamos trabalhar forte em busca de levarmos nossos times para as divisões principais do futebol brasileiro. Brasília tem plenas condições de ter equipes disputando as competições nacionais. Vamos em busca deste objetivo”.

O presidente que será eleito dia 1º de outubro, Erivaldo Alves, foi quem terminou o comando da Federação no lugar de Jozafá Dantas, que foi afastado pelos clubes no ano passado. O agora presidente eleito terá uma ajuda da Confederação Brasileira de Futebol para as despesas da Federação de Futebol do Distrito Federal de R$ 75 mil, com um acréscimo de mais R$ 25 mil nos meses de outubro, novembro e dezembro. O presidente terá uma remuneração de R$ 25 mil denominada de ajuda de custo, conforme o jornalista Marcos Paulo Lima, do Correio Braziliense.

ESTÁDIOS PASSAM A SER A PRIORIDADE PARA O CANDANGÃO 2017
O Diretor de Esportes da Federação de Futebol do Distrito Federal, Neymar Frota adiantou que a partir de agora a preocupação da entidade é buscar meios para a preparação dos estádios para os campeonatos de 2017. Além do Candangão, representantes de Brasília disputarão também a Série D, Copa Verde e a Copa do Brasil do ano que vem.

O Estádio do Cave no Guará, ele que seria utilizado como apoio para os jogos das Olimpíadas de 2016 teve suas obras paralisadas. A empresa responsável pelos serviços ainda não retomou os trabalhos. O Estádio Serejão precisa de uma reforma de seu gramado. No Abadião, casa agora do Ceilandia e do Brasiliense, a expectativa é por melhorias para que um maior número de torcedores possa comparecer ao estádio da cidade de Ceilândia.