Fenapaf pede extensão de liminar para fim dos jogos das 11h para todo o país

A medida foi aprovada em todo o território potiguar, agora a liminar pode ser extendida para todo o país

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 21 (AFI) - Foi realizada na tarde desta quarta-feira, na 1ª Vara do Trabalho de Natal, mais uma audiência da Ação Civil Pública que move o Ministério Público do Trabalho contra a CBF e que tem por objeto evitar a realização de jogos no horário das 11h às 14h.

Felipe Augusto Leite, presidente da Fenapaf, também esteve presente na sessão
Felipe Augusto Leite, presidente da Fenapaf, também esteve presente na sessão
A Sessão foi presidida pela Juíza Marcella Alves de Vilar e contou com as presenças do Procurador do Trabalho e autor da Ação, José Diniz de Moraes, presidente da FENAPAF, Felipe Augusto Leite (foto), além dos representantes da CBF e do SAFERN, Sindicato dos Atletas do RN.

A liminar que proibiu a realização de jogos às 11h é restrita ao território potiguar e aos clubes do RN em qualquer lugar do Brasil, porém, como a FENAPAF pediu a extensão dos efeitos da Ação para todo o território brasileiro e em todas as séries e tipos de campeonatos promovidos pela CBF, a Juíza concedeu prazo de 15 dias para manifestação da CBF. A próxima audiência será em 10 de outubro, 14h.