Torcedores de Guarani e Ponte entram em confronto e são detidos pela PM

A briga envolveu cerca de 23 torcedores e ocorreu no final da tarde deste domingo, pouco antes do duelo entre Ponte Preta e Santa Cruz

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 17 (AFI) - Antes de Guarani e Ponte Preta entrarem em campo na noite do último domingo, torcedores das duas equipes entraram em confronto no final da tarde, na Avenida São Jorge, em Campinas. O endereço é na região da Vila Industrial, onde fica a sede da Fúria Independente, torcida organizada do Guarani.

Segundo a Polícia Militar, foram detidos 21 bugrinos e 2 pontepretanos. A briga ocorreu por volta das 17h30, quando torcedores da Macaca se dirigiam ao estádio Moisés Lucarelli para assistir o duelo contra o Santa Cruz e adeptos do Guarani faziam um churrasco na sede da Fúria, na Rua Maria Soares.

O Baep apreendeu bombas,facas, pedaços de pau e pedras na sede de torcida organizada. (Foto: Divulgação / Baep)
O Baep apreendeu bombas,facas, pedaços de pau e pedras na sede de torcida organizada. (Foto: Divulgação / Baep)

Quando a PM chegou ao local, utilizou de disparos de bala de borracha para tentar dispersar o conflito. Pontepretanos traçaram rotas de fuga por outras vias do bairro, enquanto os bugrinos correram para a sede da organizada, onde foram detidos portando cinco facas, pedras, três bombas de fabricação caseira e pedaços de pau.

De acordo com as informações cedidas pela PM, nenhum torcedor teve ferimentos graves ou deu baixa em hospitais. Os detidos foram levados para o 1º distrito. Feito o registro da ocorrência e, todos foram liberados.

RODADA
A Ponte Preta recebeu o Santa Cruz, em Campinas, e venceu por 3 a 0, em jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão. O Guarani sofreu uma goleada por 4 a 0 diante do ABC, em Natal, no jogo de ida da semifinal da Série C do Brasileiro.