Brasileiro
A
B
C

Santa Fe-COL 1 x 0 Grêmio - Gol fora elimina o Tricolor da Libertadores

O Grêmio foi o terceiro clube brasileiro eliminado na mesma semana

Publicado na sexta-feira,
17 de maio de 2013

Campinas, SP, 16 ( AFI) – Atuando na cidade de Bogotá, no estádio El Campín, o Grêmio foi derrotado por 1 a 0 para o Santa Fe-COL e deu adeus a Copa Libertadores de 2013. O time brasileiro acabou sendo eliminado por ter levado um gol fora de casa e não ter feito nenhum. Assim, o Brasil teve uma semana muito ruim na competição Sul-Americana, tendo o seu terceiro clube eliminado nesta quinta-feira. O Palmeiras foi eliminado na terça e o Corinthians na quarta.

 Confira! 

Com o resultado, o Santa Fe-COl está classificado para as quartas-de-final da Libertadores e enfrentará o Real Garcilaso-PER. A primeira partida será realizada no Perú.

O jogo
Bastante parecidos no esquema tático utilizados, Santa Fe e Grêmio fizeram um jogo muito morno no primeiro tempo. Ainda que o time colombiano precisasse marcar para conseguir a classificação, a forte marcação gremista não deixou que o santa Fe chegasse com muita força ao ataque. Da mesma forma, o time brasileiro também enfrentava dificuldades para armar contra-ataques, principalmente porque os laterais André Santos e Pará, acostumados a apoiar, estavam presos na defesa para segurar o time mandante.

Ainda assim, a primeira chance clara de gol foi do Grêmio. Aos cinco minutos, Elano encontrou Vargas bem posicionado e de fora da área o chileno arriscou um bom chute, exigindo defesa do goleiro colombiano. O susto serviu para mostrar que o Grêmio estava na partida disposto a surpreender, mas o santa Fe respondeu rápido, com Cristian Borja cabeceando uma bola na trave esquerda do goleiro Dida.

Truncado e com muita marcação no meio-campo, o restante do primeiro tempo foi característico de Libertadores, com os dois times mais preocupados em evitar de levar gols do que de atacar. O santa Fe só conseguiu assustra novamente aos 41 minutos, mas Dida praticou boa defesa após chute de Cuero.

Água mole, pedra dura...
Os dois times voltaram do intervalo com mesmo espírito do primeiro tempo. Entretanto, tendo apenas mais 45 minutos para buscar a classificação, o Santa Fe voltou mais ofensivo e por várias vezes quase marcou o gol. Inspirado, o goleiro Dida parou o ataque do time colombiano por pelo menos três vezes.

O Grêmio por sua vez, usava a velocidade de Vargas e de Zé Roberto para contra golpear, na busca de fazer o gol que garantiria de vez a classificação.

A primeira chance de gol da segunda etapa foi aos quatro minutos, quando Medina arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de Dida. Aos 20 minutos, o ex-goleiro da Seleção Brasileira provou que ainda tem muito brilho e fez uma defesa fantástica após cabeçada de Carlos Valdés. O gol do Santa Fe estava amadurecendo e o Grêmio, recuado, só apostava no contra-ataque.

Aos 34 minutos, depois de tanto insistir, o santa Fe chegou ao gol. Medina fez grande jogada individual dentro da área e chutou no canto direito do goleiro Dida. Na comemoração, o jogador que já foi pego em quatro anti-dopings em sua carreira comemorou com o torcedor e se emocionou muito, chegando a chorar.

Com o gol garantindo a classificação, o Santa Fe se fechou na defesa e o Grêmio não demonstrou mais forças para a reação. O tempo foi passando e o clube colombiano conseguiu o resultado para a alegria do seu torcedor.


 
Agência Futebol Interior
 
Compartilhe


 Veja Mais 
Listar todas
Quem Somos
|
Fale Conosco
|
Expediente
|
Anuncie no FI
|
Política de Privacidade e Uso
|
Anunciantes
© Copyright 1999-20102 Futebol Interior - Todos os direitos reservados