Brasileiro
A
B
C

Time paulista apresenta projeto de Arena "européia". Veja!


Publicado na terça-feira,
5 de agosto de 2008

Araraquara, SP, 05 (AFI) – O projeto completo da modernização do estádio da Fonte Luminosa foi apresentado nesta terça-feira (05) no Gran Hotel Morada do Sol, em Araraquara. O evento contou com a presença do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Pólo Del Nero, do vice-presidente, Reinaldo Carneiro Bastos, do prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT) e do presidente da Ferroviária S/A, Valdir Massucato, entre outras autoridades.

O autor do novo projeto arquitetônico do estádio, Lincoln Amaral, apresentou uma maquete eletrônica do estádio em 3D, mostrando a nova ‘cara' da Fonte Luminosa, que já foi palco de partidas históricas. No total, serão investidos na reforma do estádio quase R$ 17 milhões, em convênio entre a Prefeitura e Ministério dos Esportes. O Estádio, que terá capacidade para 25 mil torcedores, terá as arquibancadas totalmente cobertas. O projeto prevê a transformação do espaço esportivo em uma arena multiuso, seguindo padrões europeus.

O Estádio da Fonte Luminosa, inaugurado em junho de 1951, iria a leilão se não fosse a ação da Prefeitura com o pagamento de dívidas. Havia cerca de 50 pedidos de penhora. Logo em seguida, várias obras foram realizadas a fim de atender às exigências do Corpo de Bombeiros. Para o prefeito Edinho Silva, a posse do imóvel foi uma vitória histórica da cidade.

"A Fonte Luminosa, que foi palco dos maiores feitos esportivos da cidade, agora pertence ao povo de Araraquara", comemorou o prefeito.

Com as obras de modernização, já iniciadas pela empresa vencedora do processo de licitação, Contern Construções e Comércio Ltda, o estádio vai receber um novo e moderno sistema de drenagem, irrigação eletrônica, novo gramado, além de ampliações nas arquibancadas, assentos e cobertura.

Primeira fase
Para a primeira fase estão previstas as obras de construção de sala de polícia e centro médico, estacionamentos e acesso, ampliação e cobertura das arquibancadas, construção de bar e sanitários, instalação de elevadores, reforma e ampliação das cabines de imprensa, além do novo sistema de iluminação e distribuição de energia elétrica.

Também haverá a construção do Museu de Reminiscências Esportivas, que tem um grande arquivo da história do esporte e do futebol brasileiro. São mais de cinco mil fotos distribuídas hoje nas salas do fundo da casa de Paschoal Gonçalves da Rocha, aficionado do futebol e apaixonado pela Ferroviária.

Segunda fase
Já a segunda fase compreende a construção de um restaurante, construção de arquibancadas ao lado da área vip com cobertura metálica e assentos, lanchonete, duas lojas e moderno sistema de som, além de obras no complexo esportivo ao redor do estádio, com piscina recreativa, pista de skate, quadra de tênis e quadra de handebol.

Atualmente, o estádio passa por reforma no gramado. Após a retirada da grama antiga, a empresa responsável pelas obras deu inicio à construção do novo e moderno sistema de drenagem. O novo gramado utilizará a grama tipo bermuda, bastante resistente ao pisoteio e com alto poder de regeneração e terá um sistema eletrônico de irrigação. Já o entorno do campo de futebol será preenchido com grama artificial. O novo gramado deve ficar pronto em quatro meses.

A empresa responsável pela primeira fase das obras já demoliu parte da arquibancada que será refeita e retirou os refletores das torres de iluminação do estádio. Todo o sistema de iluminação será substituído. O novo terá a mesma tecnologia adotada nos mais modernos estádios brasileiros, casos do Morumbi e da Arena da Baixada, em Curitiba.

De acordo com representantes da empresa responsável pela obra, o estádio estará 100% pronto no fim de novembro. Portanto, a estréia da Ferroviária na Série A2 de 2009 deverá ser o jogo inaugural do novo e moderno estádio da Fonte Luminosa.

Copa do Mundo 2014
O intuito da realização das obras de modernização prevê, ainda, ser uma das bases de concentrações para as seleções que irão disputar a Copa do Mundo de 2014. Isso significa, ser um centro de treinamentos para as seleções, que poderão fazer a preparação visando o mundial.

Além disso, o estádio deverá sediar jogos da Série A1 do Paulista já em 2009, quando os times da capital não poderem utilizar os estádios, como o caso do Palmeiras que passará por reformas no Palestra Itália, e outras partidas de grande porte que serão remanejadas para o interior do Estado.

 
Agência Futebol Interior
 
Compartilhe


 Veja Mais 
Listar todas
Quem Somos
|
Fale Conosco
|
Expediente
|
Anuncie no FI
|
Política de Privacidade e Uso
|
Anunciantes
© Copyright 1999-20102 Futebol Interior - Todos os direitos reservados