Paulista
A1
A2
A3

Palmeiras x Vasco - Animado, Verdão pega o Trem Bala 100%

O time paulista está de bem com a vida depois da boa vitória na Copa do Brasil

Publicado na sábado,
16 de junho de 2012

São Paulo, SP, 15 (AFI) - Não poderia haver momento melhor para o Palmeiras buscar uma recuperação rápida logo neste início de Campeonato Brasileiro: classificação para a final da Copa do Brasil muito bem encaminhada, rusgas entre Felipão e diretoria adormecidas, caso Valdivia resolvido (ao menos temporariamente). E é nesse ambiente, favorável, como há tempos o time não vivia, que o Palmeiras começa a busca pela reação no Nacional contra o Vasco, neste domingo, às 16 horas, na Arena Barueri, pela quinta rodada.

 Confira! 

Com apenas um ponto na competição - obtido no jogo de estreia contra a Portuguesa e mais nada -, o time de Felipão agora volta os olhos para a "maratona" que é o Brasileirão. "Temos estado muito focados na Copa do Brasil porque é o nosso objetivo e estamos nos momentos de decisão, mas agora temos de voltar a olhar para o Brasileiro e reagir", disse o lateral-esquerdo Juninho.

No atual momento, o Vasco 100% pouco se importa se o Palmeiras vai estar com sua força máxima ou se vai poupar jogadores por causa da disputa paralela da Copa do Brasil A meta é vencer o rival alviverde neste domingo e seguir com a campanha perfeita e a liderança isolada do Campeonato Brasileiro

Sem Mago
Mas mesmo querendo se concentrar no Nacional, é impossível se desconectar totalmente do mata-mata. Tanto é que o que deu certo em Porto Alegre deve ser repetido em Barueri. Felipão gostou da formação com Henrique jogando de volante e dando proteção extra à defesa. Mas, conforme a sua já tradicional estratégia, o técnico não confirmou como o time jogará e nem mesmo se pretende poupar alguns titulares.

Certo é que Valdivia está à disposição de Felipão. O meia chileno decidiu que tentará se recuperar do trauma de ter sofrido sequestro relâmpago fazendo o que mais gosta: jogar bola. Porém, na manhã deste o meio-campista alegou dores no joelho e nem viajou com o restante do elenco para o Rio de Janeiro.

Vai para cima!
Caso obtenha o triunfo, o Vasco vai igualar o seu melhor início no Nacional. Venceu as cinco primeiras em 1988, com a quinta partida justamente contra os palmeirenses. Para isso, o técnico Cristóvão Borges conta com a segurança e categoria do zagueiro Dedé, a força ofensiva do lateral-direito Fagner e a versatilidade e resistência física do volante Rômulo, todos de volta ao time titular. O que resulta na saída de Renato Silva, Allan e Fellipe Bastos, respectivamente.

O treinador cruzmaltino está especialmente satisfeito, pois julga ter encontrado a formação ideal com o deslocamento de Felipe para a lateral esquerda. Com a lesão de Thiago Feltri, o veterano meia voltou às origens e se destacou nas duas últimas rodadas, apresentando fôlego de garoto e a categoria habitual.

Thiago Feltri já está recuperado, mas Cristóvão Borges mantém Felipe e seus 34 anos na desgastante dupla função de lateral. Depois do último coletivo, na última sexta-feira, treinador e jogador conversaram em tom descontraído, mas o comandante confessou que Felipe não se furtou a reclamar da sacrificante tarefa.


 
 
Agência Estado
 
Compartilhe


 Veja Mais 
Listar todas
© Copyright 1999-20102 Futebol Interior - Todos os direitos reservados